contatos Assine
agudo

Cão visita tutora internada em hospital da região e emociona internautas

10 Abril 2018 08:20:00

Pastor alemão Nenê ficou cerca de 20 minutos com sua tutora, uma idosa internada em Agudo

Marcos Fonseca

Foto: Hospital Agudo (Divulgação)
Em fevereiro, o pastor alemão Nenê pôde visitar sua tutora, de 80 anos, internada há mais de seis meses

Pesquisas indicam que a presença dos pets ajuda no tratamento dos internados, tanto que a prática já é adotada em complexos hospitalares de muitos países. Em São Paulo, há até uma lei municipal que autoriza a entrada de cães e gatos nos estabelecimentos de saúde. Pois um hospital da região resolveu seguir a tendência e permitiu a visita de um cão a sua tutora.

A história, que ocorreu em fevereiro, foi publicada com fotos nesta segunda na página do Facebook da Associação Hospital Agudo e emocionou os internautas. Conforme a direção da entidade, o cão pastor alemão Nenê, único companheiro de uma paciente de 80 anos foi visitar sua tutora, que é viúva, não tem filhos e está internada há meses sem previsão de alta. 

Como foi a primeira vez que um pet entrou no estabelecimento de saúde, a direção do hospital ficou receosa em fazer a divulgação. A pedido dos familiares da idosa, o nome dela e sua foto não foram autorizadas, apenas a imagem de Nenê.

"Por serem parte da estrutura familiar, como qualquer outro membro, os animais de estimação conseguem reconfortar os pacientes e trazer um pouco da normalidade de suas vidas", informa a postagem do hospital. 

VÍDEO: antes de morrer, idosa se despede de seu cachorro no Husm

De acordo com uma sobrinha da idosa, que não quis ser identificada, o Nenê é o companheiro da idosa há pelo menos sete anos. Eles eram inseparáveis até mesmo na hora do sono, pois os dois dormiam no mesmo quarto. A familiar lembra ainda que o cão era muito ciumento e protetor, não deixava ninguém chegar perto de sua amiga. 

- Quando ela adoeceu, o cachorro uivava, como se pedisse socorro. Ele, que tinha o costume de se avançar nas pessoas que tentavam chegar nela, se deitou nos pés da cama para eu acudir ela. Eu fiquei impressionada - relata a familiar. 

A idosa foi levada para o hospital e entrou em estado de coma. Como ela não reagia a medicação, a família teve a ideia de levar o Nenê até o hospital, até porque o cachorro estava triste e uivava todas as noites pela falta da tutora. 

- O Nenê chegou no hospital, claro, o cheiro era diferente, tudo era diferente, então ele não queria chegar perto. Aí eu fui de um lado da cama, e ele no outro, e disse "Nenê, pula aqui, vem ver a vó". Ele ficou de pé, lambeu a mão dela e olhou bem para ela. Eu acredito que a tia também teve uma reação, porque correu umas lágrimas no rosto dela - conta a sobrinha sobre o encontro dos dois. 

A visita foi acompanhada pela equipe do hospital e não durou mais de 20 minutos. Com a saúde debilitada e a memória afetada, a idosa não conseguiu reconhecer o amigo de longa data. O hospital não informou o motivo da internação da paciente.

O animal foi acolhido por um outro tutor enquanto a idosa permanece no hospital. Apesar do lar temporário, o cão demonstrava sentir falta da sua amiga

A administradora do hospital, Manuela Borba Trevisan, conta que houve uma preparação para que Nenê pudesse entrar no ambiente hospitalar, incluindo estar com as vacinas em dia. A visita foi autorizada pelo médico que cuida da senhora. 

Caçapava do Sul recebe cinema itinerante

REAÇÕES POSITIVAS
A reação das pessoas à postagem na rede social foi positiva. Até a manhã desta terça-feira, havia mais de 180 comentários e 380 compartilhamentos sobre a iniciativa, a maioria parabenizando a boa vontade do complexo hospitalar.

"Eles são parte da família e, quando estamos doentes, são nossos fiéis companheiros, nos dando amor",
escreveu o internauta Rosenilda da Silva.

"Parabéns à equipe do hospital por este lindo gesto de amor e compreensão. Nem sempre o remédio que precisamos esta dentro de uma caixinha", comentou Lizete Clarice Gehrke Muller.

Marion Pacheco afirmou: "O mundo não está perdido. Ainda existem pessoas com atitudes nobres. Parabéns à equipe do hospital".

NOVAS VISITAS
O hospital afirma que, entre os pacientes internados, a reação à visita de Nenê também foi positiva. Segundo a administradora do Hospital Agudo, a partir de agora, novos animais de estimação poderão ser autorizados a visitar seus donos internados, desde que isso seja uma maneira de ajudar na recuperação.

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249