contatos Assine
saúde

Começa hoje a coleta de sangue em pacientes com síndrome febril

12 Abril 2018 09:00:00

Setor de Epidemiologia da prefeitura entrará em contato com os pacientes, escolhidos por amostragem

Thays Ceretta


Foto: João Chaves (Prefeitura de Santa Maria)

Para tentar descobrir o agente causador da síndrome febril - que não é considerado um surto até este momento -, autoridades em saúde de Santa Maria pediram ajuda ao Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen-RS). Uma equipe do Centro Estadual de Vigilância Sanitária, Epidemiológica e Ambiental esteve em Santa Maria, nesta quarta-feira, reunida com integrantes da Secretaria Municipal de Saúde, médicos infectologistas e representantes da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde (4ªCRS) para traçar estratégias de atuação.

Leia mais sobre a síndrome febril:

: Aumento de casos de síndrome febril colocam médicos em alerta
: Vírus pode ser o agente causador da síndrome febril
É falsa a noticia de que a água de Santa Maria está contaminada

De acordo com a secretária de Saúde, Liliane Mello, será feita uma coleta de sangue, por amostragem em alguns pacientes que apresentaram os mesmos sintomas nas últimas semanas e que procuraram atendimento médico na cidade. A secretaria de Saúde esclarece que as pessoas não devem procurar as unidades de saúde. Os pacientes serão contatadas pelo Setor Epidemiológico da prefeitura, que irá repassar orientações sobre local e horário da coleta.

- A gente começa um momento de investigação epidemiológica. Vamos retirar desses 100 casos registrados na cidade uma amostragem e fazer a coleta de sangue em laboratório desses pacientes para a gente ver o que está causando esses sintomas. Vamos verificar o que eles têm em comum, idade, enfim, todo um questionário de um perfil epidemiológico. O material é coletado conforme o quadro clínico de cada um e, daí, a gente faz o cruzamento dos dados. O trabalho será feito com a equipe do município e do Estado - explicou a secretária.

Casa de Saúde sofre com a falta de pediatras em alguns turnos

15 DIAS PARA O RESULTADO
Depois da coleta de sangue dos pacientes, os exames serão enviados para o Lacen, que levará de 10 a 15 dias para fazer a análise. Quem divulgará o resultado será o serviço de epidemiologia do Estado. A partir daí, as autoridades do município terão o cenário do agente etiológico e o que causou essa doença - que está sendo denominada síndrome febril -, se foi algum tipo de vírus, bactéria, protozoário ou outro agente. Tratando-se de saúde pública, os responsáveis ficaram preocupados ao perceber o aumento do número de casos. Mesmo assim, Liliane garante que essa síndrome é benigna, ou seja, as pessoas melhoram depois que são medicadas com analgésicos e remédios para dor e febre, e isso é visto de forma positiva, tranquilizando os profissionais. Segundos os infectologistas, os sintomas podem durar de 14 a 21 dias. Algumas pessoas precisaram ficar internadas em observação, mas são liberadas.

NOTÍCIA FALSA
Há poucos dias, uma notícia falsa circula nas redes sociais e grupos de WhatsApp. Conforme as autoridades em saúde que estão cuidando do caso da síndrome febril, é falso afirmar que a água de Santa Maria está contaminada e seria a causadora da síndrome. Depois da notícia falsa, a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) emitiu uma nota atestando a qualidade da água, garantindo que ela pode ser consumida sem nenhum receio e que não possui relação com a síndrome.  

Segundo os infectologistas os sintomas da síndrome febril são:

  • Febre
  • Dor no corpo
  • Dor nas articulações
  • Falta de apetite
  • Manchas na pele

Confirmado primeiro caso de gripe A na região neste ano

Para prevenir este sintomas é importante prestar atenção nos cuidados universais:

  • Lavar bem as mãos
  • Higienizar as mãos com álcool gel
  • Evitar ambiente fechados
  • Não tomar água em bebedouros públicos porque são locais onde muitas pessoas utilizam o equipamento

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249