contatos Assine
fake news

É falsa a notícia de que água está contaminada em Santa Maria

10 Abril 2018 14:57:00

Informação disseminada pelas redes sociais relaciona um surto de virose com água contaminada

Thays Ceretta

Autoridades em saúde de Santa Maria afirmam que é falsa a notícia que está circulando em grupos de WhatsApp e redes sociais sobre uma contaminação da água na cidade. Conforme o texto falso, que vem sendo compartilhado por dezenas de pessoas, a "água torneira está relacionada a ao surto de uma virose ainda desconhecida".

_ A notícia é falsa. Neste momento, não podemos relacionar nada com a água, até porque não tem o diagnóstico sobre o possível causador (da síndrome febril). A doença é bem menos grave do que as redes sociais estão propagando_ afirmou o superintendente da Vigilância em Saúde de Santa Maria, Alexandre Streb, conformando que não há um surto de virose e que essas informações não estão relacionadas com a síndrome febril.

A notícia falsa causou mais impacto porque, desde a semana passada, médicos infectologistas de Santa Maria e a Vigilância em Saúde estão tentando encontrar o agente causador da síndrome febril, que já teve mais de 100 casos registrados na cidade. Ocorre que, até agora, ainda não há confirmação de qual é o agente causador da síndrome febril. Há uma suspeita de que ela esteja sendo transmitida por um vírus, ainda não identificado. Mas também pode ser por meio de bactéria ou protozoário.

Para tentar diagnosticar o agente causador da síndrome febril - que não é um surto até este momento -, as autoridades pediram ajuda para o Laboratório de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen), que chega em Santa Maria nesta quarta-feira. 

Diante da não confirmação do agente causador, a notícia falsa sobre a contaminação da água acabou ganhando repercussão, inclusive em grupos de mães e pais que têm filhos na escola. Diversos leitores recorreram ao Diário perguntando se a água estava mesmo contaminada. 

_ Essas informações tomaram uma proporção desnecessária e o nosso temor era justamente causar um pânico, inclusive pararem de tomar água da torneira. Por questões de prevenção, a equipe vai analisar a água, mas não temos nenhum relato nem ocorrência de anormalidade, nem fomos notificados pelos órgãos por causa da água_ garantiu o superintendente regional da Corsan de Santa Maria, José Epstein, que afirmou que, ainda hoje, uma nota oficial será divulgada sobre o assunto.

A SÍNDROME FEBRIL
Na última semana, autoridades em saúde de Santa Maria confirmaram que há inúmeros (mais de 100 registrados até agora) casos de pessoas com síndrome febril, de difícil diagnóstico porque há um conjunto de sintomas (febre, dor muscular, nas articulações e dor de cabeça) que ainda não tem um agente causador determinado.

A orientação de médicos é que as pessoas tomem as seguintes precauções:

  • Lavar bem as mãos 
  • Higienizar as mãos com álcool gel 
  • Evitar ambiente fechados
  • Não tomar água em bebedouros públicos

CONFIRA O TEXTO DA NOTÍCIA FALSA
"Pessoal,evitem tomar água da torneira,está ocorrendo um surto em Santa Maria de um novo tipo de virose ainda desconhecida,já tem varios casos aqui na cidade que a vigilância já está monitorando,a recomendação é ferver a água antes de consumir pois a suspeita inicial é que a contaminação se dê através da água da torneira 

Os principais sintomas desta virose são:
Febre acima de 38º
Mialgia importante
Cefaleia
Sintomas gastrointestinais (diarreia de leve a intensa/vômitos)
Sintomas respiratórios (falta de ar,dificuldade respiratória,taquicardia)
Linfodenopatia (aumento do tamanho dos nódulos linfáticos)

A orientação é que ao sentir qualquer um desses sintomas persistente por mais de 3 dias procurar imediatamente uma unidade de pronto atendimento para que o caso seja levado a vigilância sanitária e órgãos responsáveis."

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249