contatos Assine
Opinião

Só com senha para acompanhar votação de repúdio a Lula

18 Março 2018 15:00:00

Câmara de Vereadores vai distribui credenciais e limitar entrada na sessão de terça-feira para evitar tumulto

José Mauro Batista

Foto: Dandara Flores Aranguiz (Diário)
Militantes favoráveis e contrários à visita de Lula provocaram tumulto na Câmara e sessão de quinta-feira teve que ser encerrada sem votação

A Câmara de Vereadores vai distribuir senhas para a sessão de terça-feira, quando será votada a moção de repúdio ao PT pela visita do ex-presidente Lula à cidade, que ocorrerá no mesmo dia. O esquema de segurança será reforçado com todo o efetivo da Casa. A Guarda Municipal e a Brigada Militar também foram comunicadas.

VÍDEO: votação polêmica sobre vinda de Lula ficou para próxima semana

A medida, segundo o presidente da Casa, Alexandre Vargas (PRB), é para evitar tumultos como o que ocorreu na quinta-feira, quando a sessão plenária foi encerrada por questão de segurança. Militantes contrários e a favor da caravana lulista à cidade quase entraram em confronto e não deixaram ninguém falar.

A preocupação aumenta na medida em que são esperadas muitas pessoas de fora para apoiar Lula. E a tendência é o PT querer lotar novamente a sessão, sem contar que os adversários também farão o mesmo.

Agora, o alvo é Lula. Antes, foi Bolsonaro

Segundo Alexandre, a Câmara vai distribuir o mesmo número de credenciais para os apoiadores de Lula e para os que pretendem apoiar a moção.

A presidente municipal do PT, Helen Cabral, diz que não se responsabiliza por atos da militância que estará na cidade.

- Não quero colocar terror nem fazer ameaças, mas vem gente de fora, até de outros países. A imprensa internacional estará na cidade acompanhando a caravana - ressalta a petista.

Protesto contra Lula, tumulto e constrangimentos

Na caravana de Lula também virão a ex-presidente Dilma Rousseff; os senadores Paulo Paim, Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, e Lindebergh Farias, líder do partido no Senado; e o ex-governador Olívio Dutra, entre outros. Às 14h, Lula estará na UFSM, na reunião com reitores, e a partir das 17h, no Bairro Nova Santa Marta, onde será realizado um ato em defesa de sua candidatura a presidente.

Nesse intervalo, a tendência é que a militância vá em peso à Câmara, assim como é provável que grupos contrários a Lula também organizem protestos. Com os ânimos acirrados de ambos os lados, a Câmara não quer correr riscos.

Vinda de Lula a Santa Maria vira alvo de polêmica na Câmara de Vereadores

Por outro lado, se em Porto Alegre, quando Lula foi julgado e condenado, não houve quebra-quebra, como muitos temiam, aqui também não deverá ocorrer nenhum confronto.

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249