contatos Assine
Política

Bairro Nova Santa Marta poderá ganhar o segundo restaurante popular da cidade

07 Fevereiro 2018 21:00:00

Prefeito Jorge Pozzobom tratou do assunto, em Brasília, com o Ministério do Desenvolvimento Social

José Mauro Batista


Foto: Lucas Amorelli (Diário) / Restaurante Popular Dom Ivo Lorscheiter, que está fechado desde março de 2016, não deverá ser desativado com o segundo restaurante da cidade

O prefeito Jorge Pozzobom (PSDB) confirmou nesta quarta-feira a intenção de construir um restaurante popular no Bairro Nova Santa Marta, na Região Oeste. Se o projeto for viabilizado com recursos federais, a cidade terá dois restaurantes populares. O anúncio foi feito em vídeo postado na noite de terça-feira no Facebook, no mesmo dia em que ele tratou do assunto em Brasília.

A construção do novo restaurante foi tratada na tarde de terça-feira no Ministério do Desenvolvimento Social. O ministro Osmar Terra disse que a obra custaria pouco mais de R$ 1 milhão, e que os recursos seriam bancados pelo governo federal. A ideia é construir um espaço para servir mil almoços por dia.

De 180 projetos aprovados pela Câmara de Vereadores em 2017, 98 são leis

- Eles (Ministério do Desenvolvimento Social) vão me mandar tudo o que é preciso ter dentro de um restaurante popular. A partir daí, eu monto um projeto com as necessidades de Santa Maria. Assim que chegarem as informações, quero tratar imediatamente - disse Pozzobom, na tarde desta quarta-feira.

Segundo o prefeito, é possível manter um segundo restaurante popular (com preços acessíveis à população de baixa renda). Para isso, a prefeitura conta com o programa de aquisição de alimentos da agricultura familiar e com o Banco de Alimentos, organização de interesse público, que coleta, armazena e distribui alimentos para entidades beneficentes. Inaugurado em novembro do ano passado, o Banco funciona na Rua Valdir Costa da Silva, 564, no Bairro Urlândia.

Edital prevê serviço para viabilizar reabertura do Restaurante Popular

Pozzobom justifica a escolha do Bairro Nova Santa Marta por ficar em uma região bastante pobre. Nesta terça-feira, ele repetiu o que disse em sua postagem no Facebook, na qual criticou a localização do atual restaurante popular, o Dom Ivo Lorscheiter, que fica na Rua Dr. Pantaleão, ao lado da prefeitura, no Centro.

- É inconcebível termos um restaurante popular na área central, enquanto temos uma área com extrema vulnerabilidade social - afirmou, reiterando que, se o novo restaurante for confirmado, o atual não será desativado.

Inaugurado em 2008, o Dom Ivo custou, à época, R$ 1,7 milhão. Em março de 2016, foi fechado para reformas e até agora não reabriu por conta de problemas envolvendo laudos para liberação do Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI).

O que a comunidade espera que o prefeito resolva neste ano

Pozzobom tenta incluir cidade em projetos para garantir verba

Pozzobom também esteve nesta quarta-feira reunido na Caixa Econômica Federal para tentar incluir Santa Maria em um programa que prevê R$ 180 milhões para incentivar Parcerias Público Privadas (PPPs). Dos seis municípios contemplados, só um - Porto Alegre - é do Rio Grande do Sul. O projeto piloto prevê parcerias de prefeituras com empresas privadas para melhorar paradas de ônibus e iluminação pública, entre outras áreas de infraestrutura urbana.

MISSÃO EM BRASÍLIA

A agenda do prefeito Jorge Pozzobom na Capital Federal em busca de recursos:

Verba para tapar buracos

  •  Na terça-feira, Pozzobom se reuniu com a equipe técnica do Ministério das Cidades, encarregada do programa Avançar Cidades- Mobilidade Urbana
  • A prefeitura tenta liberar um empréstimo de R$ 50 milhões para recuperar 88 quilômetros de asfalto nas ruas da cidade
  • O Executivo já encaminhou parte da documento, mas os técnicos informaram que para o município se habilitar precisa estar com seu Plano Diretor atualizado
  • O projeto de lei prevendo a modernização do Plano Diretor está na Câmara desde dezembro e deverá ser retomado a partir do próximo dia 19, quando os vereadores retornam do recesso
  • O Plano Diretor são as normas que definem, entre outras questões, o tamanho das ruas e edificações

Novo Plano Diretor prevê mudanças e uma nova avenida para Santa Maria

Restaurante e hospital

  • Ainda na terça-feira, o prefeito se reuniu com o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, para tratar de dois assuntos: abertura do Hospital Regional, fechado há 506 dias, e a construção de um novo restaurante popular na cidade
  • A questão do Regional envolve a compra de equipamentos para o complexo ser aberto e será tratada hoje entre Terra e o ministro da Saúde, Rodrigo Barros. O custo estimado é R$ 60 milhões
  • A construção de um segundo restaurante popular depende da liberação de recursos (mais de R$ 1 milhão) do governo federal
  • A ideia da prefeitura é construir o novo restaurante no Bairro Nova Santa Marta
  • O atual, que está fechado desde março de 2016, será reaberto assim que for liberado pelos Bombeiros e continuará funcionando

Mesmo com gestor definido, não há data para Hospital Regional abrir as portas

Paradas de ônibus e iluminação pública 

  • Ontem, o prefeito esteve na Caixa Econômica Federal para tentar incluir Santa Maria em um projeto piloto que prevê R$ 180 milhões para incentivar Parcerias Público Privadas (PPPs)
  • As PPPs são na área de mobiliário urbano, como paradas de ônibus, e iluminação pública. Instituições privadas assumem esses mobiliários em troca de benefícios, como poder colocar publicidade
  • O projeto piloto, a ser tocado pela Caixa Econômica Federal, prevê apenas 6 municípios, entre eles Porto Alegre, o único gaúcho contemplado

Na terça-feira, ele foi ao Ministério das Cidades para dar andamento ao processo para aderir ao programa Avançar Cidades. A intenção do governo Pozzobom é conseguir um empréstimo de R$ 50 milhões para recuperar 88 quilômetros de asfalto na cidade. No entanto, uma informação nova surgiu na reunião: para participar os municípios precisam estar com seus planos diretores atualizados.

Definida a empresa que vai controlar o abastecimento de veículos da Câmara de Vereadores

O prefeito já entrou em contato com o presidente da Câmara de Vereadores, Alexandre Vargas (PRB), pedindo prioridade para aprovação do novo Plano Diretor, enviado no final do ano passado. Pozzobom disse que não irá convocar a Câmara durante o recesso, que termina no próximo dia 19. Alexandre lembra que o projeto precisa ser analisado em comissão especial, que será formada a partir do dia 19.

A viagem do prefeito a Brasília, com o controlador geral do município, Alexandre Lima, se encerrou nesta quarta-feira com reunião para tratar de assuntos políticos com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, pré-candidato tucano à presidência da República. As agendas nos ministérios e outros órgãos federais não garantem a liberação de recursos para Santa Maria, mas sim o encaminhamento de projetos. Até os recursos chegarem às prefeituras, há uma série de caminhos a percorrer.


fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249