contatos Assine
violência

Bandidos explodem e arrombam bancos em Formigueiro

11 Maio 2018 03:01:00

Dois carros e cerca de cinco pessoas armadas estariam envolvidas no ataque


Mais uma vez uma cidade pequena é alvo de grupo de assaltantes de banco no Rio Grande do Sul. Na madrugada desta sexta-feira, por volta da 1h50min, o barulho de explosões acordou os habitantes de Formigueiro, município com pouco mais de 7 mil habitantes que fica a cerca de 60 quilômetros de Santa Maria. 

UFSM está entre as 350 melhores universidades dos países emergentes

De acordo com a Brigada Militar de São Sepé, as explosões aconteceram dentro da agência do Banrisul, que fica na Avenida João Isidoro, no centro do município. Minutos antes, o Banco do Brasil, que fica do outro lado da rua, foi alvo de arrombamento, mas, de acordo com o delegado Sandro Meinerz, que investiga o caso, nada foi levado do local.

Os bandidos renderam o frentista de um posto de combustíveis, que fica em frente ao Banco do Brasil, e o obrigaram a abastecer o veículo. Em seguida, ele foi levado junto com o grupo até a agência do Banrisul. No local, aconteceram quatro explosões dentro do cofre e em dois caixas eletrônicos. A Polícia Civil ainda não sabe o valor roubado pela quadrilha. 

Trânsito deve ser liberado em frente ao Centenário e em pista da Acampamento

Ao ouvir o barulho das explosões, um vigilante, que fazia a segurança da agência, chegou ao local para verificar o que acontecia. Neste momento, ele também foi rendido pelos bandidos, que estavam armados. A Brigada Militar de São Sepé foi acionada assim que o alarme do banco disparou. Em seguida, a população começou a ligar para o plantão.

Policiais civis e militares de São Sepé e do 2º Batalhão de Operações Especiais de Santa Maria (2º BOE) fazem buscas aos suspeitos, mas, até o momento, ninguém foi localizado. De acordo com informações repassadas à BM, dois carros estariam envolvidos nos ataques. Um deles foi identificado como um HB20 de cor prata. No início da manhã, o veículo foi encontrado em meio a um matagal, no interior do município. Ainda não se sabe o modelo do outro veículo. Cerca de oito pessoas, armadas com fuzis, teriam participado dos ataques. 

Casa pega fogo no Bairro Dores em Santa Maria

Uma mulher, que mora perto do Banrisul, conta que acordou na hora das explosões: 

- Tremeu tudo aqui em casa e nenhum celular tinha sinal para ligar para a Brigada. Foi uma ação bem rápida - relatou a moradora, que teve a identidade preservada pelo Diário.  

Conforme o delegado Sandro Meinerz, a parede de uma casa, que fica ao lado da agência do Banrisul, acabou caindo por conta das explosões. O frentista do posto e o vigilante já foram ouvidos pela polícia, que segue investigando o caso.

OS ATAQUES
A cidade de Itacurubi, município da Região Central de pouco mais de 3,5 mil habitantes, foi alvo de uma quadrilha que atacou duas agências bancárias e a agência dos Correios na madrugada de 3 de março. O crime aconteceu por volta das 2h40min. Naquela madrugada, não havia efetivo da Brigada Militar atuando no município. 

Os quatro assaltantes chegaram no município, que fica a mais de 220 quilômetros de Santa Maria, em um carro escuro e arrombaram o Banrisul, o Sicredi e os Correios, que ficam localizados próximos um do outro. Os bandidos usaram marretas para quebrar as portas de vidro dos bancos e para arrombar a porta dos Correios. No Banrisul, eles tentaram abrir o cofre, mas não conseguiram. Após a ação, os quatro fugiram com um revólver do Sicredi e uma CPU dos Correios, que teria imagens das câmeras de segurança do local.  

Já em Mata, a cidade foi atacada duas vezes em pouco mais de um mês - em março e fevereiro. No primeiro ataque, os alvos foram as agências do Banco do Brasil e do Banrisul, que foram explodidas, e agência do Sicredi, que foi arrombada. Já na segunda vez, quatro bandidos chegaram em um carro branco e invadiram a Sicredi, o Banco do Brasil, a loja Becker, o Clube Matense e uma lotérica. Eles não usaram explosivos, mas quebraram os vidros com disparos de arma de fogo e marretas.

Foto: São Pedro Agora (Reprodução)
Agência do Banrisul de Quevedos foi atacada duas vezes em um mês

Em dezembro do ano passado e janeiro deste ano, o alvo foi a cidade de Quevedos. Duas vezes seguidas, também em pouco mais de um mês, os criminosos explodiram o Banrisul, agência que fica no centro da cidade. Não havia policiamento nos dias dos ataques. 

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249