contatos Assine
luto

Santa Maria se despede de Wanda Portalet, a Rainha das Rainhas

20 Abril 2018 09:57:00

Embaixatriz do Carnaval morreu, aos 89 anos,


Morreu na tarde de quinta-feira, aos 89 anos, a Rainha das Rainhas de Santa Maria, Wanda Portalet.Figura pública, ela teve uma história marcante em Santa Maria, devido as suas realizações culturais e profissionais. 

Primeira Rainha do Carnaval da cidade, a funcionária pública aposentada, sempre simpática e elegante, acabou se tornando Embaixatriz do Carnaval de Santa Maria, por meio do Decreto Municipal, em 2002. Além disso, ela também será lembrada por transpor barreiras, quando, aos 25 anos, foi aprovada em um concurso público e passou a trabalhar no Ministério da Fazenda, como auditora da Receita Federal, um cargo predominantemente ocupado por homens.

Beleza e competência eram o diferencial dessa jovem, criada na Vila Belga, que, em 1973, foi a primeira mulher do mundo a ser selecionada, para participar de um curso de controle internacional de narcotráfico nos Estados Unidos.

A estilista Wannita Miorin, 80 anos, sabe a falta que a amiga de mais de duas décadas irá lhe fazer. Ela conta que a primeira vez que viu amiga foi por meio de uma foto, e naquela ocasião ela encantou-se com a beleza da moça, que havia acabado de ser eleita Rainha do Carnaval. Anos depois, a mesma mulher bonita, foi até o ateliê da Wannita e ali, naquele encontro nasceu a amizade. 

No coquetel que antecedeu a escolha da Rainha do Carnaval de 2018, foi entregue a Wannita o troféu Wanda Portalet, que todos os anos será entregue a uma personalidade que tenha, de alguma forma, contribuído com o cenário artístico e cultural da cidade.

- Perdi uma amiga de muitos e muitos anos. Eu já sentia falta dela, porque ela estava morando em Tapes, com o filho, mas estávamos sempre nos falando. E, esse, ano recebi o troféu com o nome dela. Foi muito gratificante. Ela sempre quis ter um troféu como seu nome. Eu sentirei muita falta - conta, emocionada. 

À FRENTE DO SEU TEMPO

A colunista social do Diário, Maristela Moura refere-se a Wanda como uma mulher visionária. Segundo a colunista, ela cativava a todos com a sua alegria.

- Ela foi uma mulher à frente de sua época. Foi eleita a primeira Rainha do Carnaval, título que sempre teve orgulho e honrou. Foi uma mulher muito bonita, teve vários títulos de beleza, foi modelo. Muito Alegre e descontraída, contagiava a todos com seu carisma e simpatia. Quando participava das festas era uma alegria - diz Maristela.

A despedida de Wanda será no Crematório Metropolitano, em Porto Alegre, até as 16h. 

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249