contatos Assine
obituário

Morreu motorista de caminhão Euclides Viero

29 Dezembro 2017 00:00:00

O motorista de caminhão que deixou muitos ensinamentos. Confira outros falecimentos em Santa Maria


Fotos: Arquivo Pessoal/


Comprometido com a família, Euclides Viero, 90 anos, dedicou a vida à educação e à criação dos filhos Odete, 55, Paulo, 54, Margareth, 53, e Bernardete, 49. Eles passaram a infância na Vila Rossato, no Bairro Nossa Senhora das Dores, em Santa Maria, com o pai e com a mãe, Emília Santini, 77 anos, com quem Viero foi casado por 56 anos.
Os dois se conheceram quando ainda eram crianças, porque as famílias de ambos eram amigas. Viero nasceu no distrito de Arroio do Só, em Santa Maria. Aos 11 anos, ingressou no Seminário Palotino de Vale Vêneto, em São João do Polêsine, como aluno interno. Depois de alguns anos, tornou-se Irmão Palotino e professor de Ensino Médio.
Ainda no Seminário, o idoso assumiu o cargo de motorista de caminhão e deu início ao ofício que se tornaria a grande paixão de sua vida. O caminhoneiro continuou na comunidade religiosa e ajudou a construir o Colégio Máximo Palotino, em Santa Maria. Um ano antes de se casar, em 1960, Vieira começou a trabalhar na empresa Trevisan, como motorista, e se dedicou ao cargo por 40 anos, até a aposentadoria.
- Ele fazia a linha de Porto Alegre a Santa Maria e trazia produtos para a cidade pela rede de supermercados Trevisan, que não existe mais. Ele adorava muito estar na estrada - conta a mulher.

Também no Bairro Nossa Senhora das Dores, ele ajudou a criar os netos Natália e Tomás, 24 anos, Júlia, 23, Mateus, 20, Giovanna, 19, Leonardo, 18, Bernardo, 17, e Tobias, 13. O idoso era um avô presente, bem humorado e carinhoso.
- Ele nos deixou vários ensinamentos bons, mas os mais marcantes foram a honestidade, a solidariedade ao próximo e a união da família - diz a neta Natália.
Viero foi um membro atuante da comunidade Santo Anjo da Guarda, no bairro onde morava com a esposa. O grande sonho do idoso era conhecer a Itália e ele conseguiu realizá-lo na Páscoa de 2002.
O idoso morreu em 21 de dezembro, em decorrência de uma pneumonia. Ele foi sepultado no dia seguinte, no Cemitério Santa Rita, em Santa Maria. 

Morreu o aposentado Oscar Prieb

OUTROS FALECIMENTOS EM SANTA MARIA


Funerária Cauzzo
09/12
Bellortiz Almeida Gonçalves, aos 85 anos, foi sepultada no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria

18/12
Oldemira Mozzaquatro Longhi, aos 87 anos, foi sepultada no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria
Elida Royes Nunes, aos 90 anos, foi sepultada no Cemitério Ecumênico Municpal, em Santa Maria

19/12
David Lopes da Silva, aos 85 anos, foi sepultado no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria
Amelia Ferrari Flores, aos 89 anos, foi sepultada no Cemitério São Caetano, no distrito de Boca do Monte, em Santa Maria
Nilson Messias Filho, aos 55 anos, foi sepultado no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria

11/12
Idalino Lourenço Pereira, aos 92 anos, foi sepultado no Cemitério Santa Rita, em Santa Maria

12/12
Rosa Guidolin Fração, aos 95 anos, foi sepultada no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria

As informações sobre falecimentos podem ser enviadas para natalia.zuliani@diariosm.com.br ou pelo telefone (55) 3221-1616

mais sobre:

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249