contatos Assine
obituário

Morreu inspetor aposentado Heitor Midon Machado

02 Abril 2018 12:40:00

Colorado fanático, ele gostava muito de comer churrasco com a família

Fotos: Arquivo Pessoal

Nascido e criado em Júlio de Castilhos, o inspetor aposentado da Polícia Civil Heitor Midon Machado, 85 anos, será lembrado como alguém muito alegre e sorridente. Muito extrovertido, segundo a família, para ele, não tinha tempo ruim. 

Por muitos anos, Machado morou na capital gaúcha, onde teve a chance de conhecer o estádio do time do coração: o Beira Rio. Colorado fanático, o inspetor não perdia um lance sequer do time e era sócio do Internacional.

Em Porto Alegre, Machado se aposentou e, em seguida, retornou para Júlio de Castilhos, onde conheceu seu grande amor, Isabel Pedroso Machado, 50 anos. Os dois eram primos de terceiro grau e se conheceram por meio de familiares.

- Ele veio visitar a tia dele, Setembrina Machado, já falecida. Foi ai que nós conhecemos - conta Isabel.

Eles namoraram por três anos, até que Isabel engravidou, e eles decidiram se casar. Hoje, o filho do casal, Oscar Pedroso Machado, tem 30 anos. Logo que ele nasceu, três se mudaram para Santa Maria, onde moraram juntos por 29 anos.

- Nós viemos para morar mesmo e, aos finais de semana, ficávamos nós três em casa, aproveitando nosso tempo juntos, já que nossos familiares moravam todos em Júlio de Castilhos - relembra a esposa.

Machado era caseiro e recebia muito bem seus convidados em casa. Muito piadista, o inspetor vivia brincando com os familiares e com os amigos.

Brincadeiras a parte, Machado era muito solidário com os outros e não se importava em tirar dele para dar aos mais necessitados. A família conta que Machado tinha muito respeito pelas pessoas.

- O pai era muito honesto. Jamais vou me esquecer o jeito dele de olhar para a gente quando estávamos alegres. Ele tinha um sorriso inesquecível - diz Oscar.

O inspetor também tinha um filho mais velho, do seu primeiro casamento. João Candido Idon Machado, 56 anos, costumava visitar o pai, com frequência. Os dois eram grandes companheiros e tinham uma boa relação.

Ainda de acordo com os parentes, Machado gostava muito de almoçar todos os domingos em um local diferente com a família. Seu lugar preferido era uma tradicional churrascaria do Centro, onde ele costumava a ir várias vezes por mês.

Segundo os familiares, o grande sonho do idoso era de ter a casa própria, mas, infelizmente, Machado não conseguiu realizar.

Ele também gostava de aconselhar os amigos e parentes e lia muitas revistas e jornais. Politizado, adorava falar sobre o tema com os conhecidos.

O inspetor aposentado ficou internado de 3 de fevereiro a 1º de março no Hospital de Caridade Astrogildo de Azevedo. Ele foi sepultado no dia 2 de março, no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria. A família preferiu não divulgar os motivos da morte do idoso.

Morreu a dona de casa Adir Terezinha Deprá Colusso

OUTROS FALECIMENTOS EM SANTA MARIA E REGIÃO 

Funerária São Martinho

21/03

Antonio Luis Silva dos Santos, aos 36 anos, foi sepultado no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria

Simone Soares Bonfim, aos 44 anos, foi sepultada no Cemitério Gethesemani, em São Paulo (SP)

25/03

João Antonio Nunes Ribeiro, aos 75 anos, foi sepultado no Cemitério São José, em Itaara

26/03

Pedro Alves dos Santos, aos 78 anos, foi sepultado no Cemitério São José, em Santa Maria

As informações sobre falecimentos podem ser enviadas para natalia.zuliani@diariosm.com.br ou pelo telefone (55) 3213-7122

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249