contatos Assine
obituário

Morreu ex-goleiro do Periquito e do Inter de SM Cesar Augusto Zorzo

20 Abril 2018 12:30:00

Ele veio de São Paulo para jogar futebol e adotou Santa Maria. Confira outros falecimentos em Santa Mara

Fotos: Arquivo Pessoal

Nascido em São Paulo (SP), Cesar Augusto Zorzo, 59 anos, mudou-se para o Coração do Rio Grande há mais de 30 anos para jogar futebol. Ele viajou na esperança de melhorar de vida em Santa Maria, cidade onde conheceu muitos amigos e formou uma grande família. Na cidade cultura, ele se casou e teve quatro filhos. O atleta se dava bem com todo mundo e adorava fazer as pessoas darem risadas.

Zorzo atuou no futebol santa-mariense como goleiro, mas a carreira profissional do atleta acabou em razão da idade. Nem assim ele deixou de seguir sua paixão e de entrar em campo e acabou se tornando uma figura conhecida no futebol amador em todo o interior do Estado e em Santa Maria. Os amigos dizem que Zorzo defendia muito bem e tinha o apelido de Pênalti.

- Ele era um ótimo colega, muito tranquilo. Nós jogamos juntos por alguns anos no Clube Grêmio Atlético Imembuí. O Pênalti tinha esse apelido porque atacava todos os pênaltis que os jogadores batiam. Ele era um ótimo goleiro - conta o aposentado da polícia federal Sérgio Roberto da Silva, 62 anos.

Mesmo jogando no Inter-SM e no Riograndense, Zorzo tinha como time do coração o Grêmio de Porto Alegre. Ele adorava acompanhar os jogos do Tricolor pela televisão e pelo rádio.

Após se separar da primeira esposa, ele foi morar na casa de amigos e procurava ganhar a vida fazendo serviços gerais. Zorzo chegou até a abrir uma empresa que prestava serviços de pintura, reformas e corte de grama. Foram os amigos que começaram a incentivar que o jogador trabalhasse nesse ramo e passaram a chamá-lo para fazer reparos nas casas. Aos poucos, ele foi tendo mais serviço e manteve a empresa aberta para se sustentar.

- Mas ele estava com planos de fechar o negócio. Dizia que era muito imposto para pagar e que o rendimento não estava aumentando para manter a empresa aberta. Mas acabou que ele manteve a empresa - recorda o amigo e representante comercial Ubiratan Teixeira Mujica, 55 anos.

Os dois se conheceram em 1983, quando Zorzo já jogava nos campos amadores do Rio Grande do Sul. Eles ficaram muito amigos e conversavam muito. Mujica conta que, por muitos anos, o jogador morou na Vila Imembuí, no Bairro Nossa Senhora Medianeira.

- Ele tinha um espírito livre, não gostava de se sentir preso e fazia o que gostava. Era extrovertido e adorava contar histórias sobre os jogos. Muito alegre, não tinha tempo ruim para ele - diz o amigo.

Conforme Mujica, Zorzo voltou para São Paulo algumas vezes para ver familiares e para tentar recomeçar na cidade natal. Mas acabava voltando para o Sul, terra que adotou como sua.

Zorzo fazia tratamento para o coração, mas, conforme os amigos, as medicações não surtiam mais efeito. O jogador passou mal e foi encaminhado ao Pronto-Atendimento Municipal na manhã de 26 de fevereiro. Ele sofreu duas paradas cardíacas e não resistiu. O goleiro foi sepultado no dia seguinte, às 11h, no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria.

Morreu a dona de casa Irene Mello do Nascimento

OUTROS FALECIMENTOS EM SANTA MARIA E REGIÃO

Funerária Cauzzo

02/04

Maria Aldina Souza Lopes, aos 81 anos, foi sepultada no Cemitério Municipal, em São Gabriel

10/04

Paulo Saulo dos Santos, aos 61 anos, foi sepultado no Cemitério de Vale Vêneto, em São João do Polêsine

11/04

Lourdes de Vargas Pereira Luz, aos 77 anos, foi sepultada no Cemitério Municipal, em Arroio Grande, distrito de Santa Maria

Marina dos Santos, aos 67 anos, foi sepultada no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria

12/04

Ivete Marquezini Flores, aos 75 anos, foi sepultada no Cemitério Municipal, em Júlio de Castilhos

Ely Guiomar Zanini da Silva, aos 91 anos, foi cremada no Crematório Dom José, em Santa Rosa

Marta Rejane Fontana Bilibio, aos 52 anos, foi sepultada no Cemitério Municipal, em Arroio Grande, distrito de Santa Maria

As informações sobre falecimentos podem ser enviadas para natalia.zuliani@diariosm.com.br ou pelo telefone (55) 3213-7122

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249