contatos Assine
obituário

Morreu agricultor aposentado Itelvino Stradiotto

15 Dezembro 2017 00:00:00

Muito religioso, ele era um pai e um avô amoroso e participativo. Confira outros falecimentos em Santa Maria e região


Fotos: Arquivo Pessoal/

Nascido   e   criado   em   Santa   Maria,   Itelvino  Stradiotto,  90  anos,  sempre  será  lembrado  pela  família  em  virtude  da  personalidade calma que tinha. Por quase seis décadas, ele foi casado com Annita Moro Stradiotto, 89, com quem teve os filhos  João  Carlos,  57,  Rozane  Maria,  53,  Margarete,  44,  e  Sergio,  41.  Ele  também  era avô de Andressa, 25, por quem tinha um carinho imenso:
-  O  pai  era  muito  carinhoso,  estava  sempre  abraçando  e  beijando  a  gente,  sempre feliz e de bem com a vida - recorda a filha Rozane.
No  tempo  livre,  Stradiotto  gostava  de  reunir os amigos e jogar baralho. O agricultor  era  caseiro,  mas  não  dispensava  um passeio para se divertir. Aos finais de semana,  uma  das  coisas  que  mais  gostava  de  fazer  era  ficar  com  a  família  em  casa, toda reunida para confraternizar.
Por  muitos  anos,  Stradiotto  foi  presidente  da  Igreja  Capela  São  José  e  participou ativamente das ações da paroquia e  das  atividades  da  comunidade.  Muito  religioso, ele não perdia uma missa. 
-  Meu  pai  era  uma  pessoa  extraordinária. Gostava muito da minha filha e me ajudava na educação dela. Quando íamos juntos  ao  mercado  e  ela  passava  pelas  prateleiras  pedindo  um  monte  de  coisas, ele me dizia para não dar tudo, pois, um dia, ela iria me pedir algo que eu não poderia dar. Ele sempre me ajudou a dar limites para ela - relembra Margarete.

Ainda  de  acordo  com  a  filha,  quando  ela  era  pequena  e  a  família  morava  no  interior, poucas pessoas tinham carro, e, por isso, o pai estava sempre pronto para atender aos vizinhos e amigos que precisavam de transporte.
As filhas lembram que o pai nunca negou ajuda as pessoas e passou esse valor de  solidariedade  aos  filhos.  Ele  também  dizia aos quatro que eles tinham que trabalhar e lutar pelo que eles querem.
Stradiotto  ficou  15  dias  internado  no  Hospital  Universitário  de  Santa  Maria  (Husm)  e  contou  o  tempo  todo  com  a  companhia  da  família.  Ele  morreu  em  16  de  novembro,  em  decorrência  de  um  câncer de próstata, e foi sepultado no dia seguinte no Cemitério de Arroio Lobato, em Santa Maria.As filhas lembram que o pai nunca negou ajuda as pessoas e passou esse valor de  solidariedade  aos  filhos.  Ele  também  dizia aos quatro que eles tinham que trabalhar e lutar pelo que eles querem.

Morreu dono de restaurantes, em Santa Maria, Veloi Pereira

FALECIMENTOS EM SANTA MARIA E REGIÃO

Funerária Cauzzo
19/11
Vitalino Saldanha da Silva, aos 91 anos, foi sepultado no Cemitério da Boca do Monte, em Santa Maria

01/12
Odilia Caurio Ferreira, aos 89 anos, foi sepultada no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria

03/12
Osvaldo Rodrigues da Costa, aos 92 anos, foi sepultado no Cemitério Santo Inácio, em São Martinho da Serra

04/12
Oscar Prieb, aos 80 anos, foi sepultado no Crematório Dom José, em Santa Rosa

05/12
Pedro Valdir Lorentz, aos 85 anos, foi sepultado no Cemitério da Campina, em São Martinho da Serra
Jose Antonio Bagolin, aos 67 anos, foi sepultado no Cemitério da Boca do Monte, em Santa Maria

08/12
Antoninha dos Santos Pache, aos 65 anos, foi sepultada no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria
Rui Milton Rodrigues Antunes, aos 72 anos, foi sepultado no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria

As informações sobre falecimentos podem ser enviadas para natalia.zuliani@diariosm.com.br ou pelo telefone (55) 3220-1861

mais sobre:

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249