contatos Assine
obituário

Morreu a dona de casa Adir Terezinha Deprá Colusso

02 Abril 2018 12:10:00

Conselheira incomparável, ela adorava as flores e a horta que cultivava no jardim

Fotos: Arquivo Pessoal

Muito vaidosa, Adir Terezinha Deprá Colusso, 65 anos, não saia de casa se não estivesse com as unhas das mãos e dos pés bem arrumadas e pintadas. Ela também adorava estar maquiada e bem vestida. Nascida no distrito de Arrio Grande, Adir morou na localidade de São Marcos por mais de 50 anos com o marido Odacir Colusso, 70. Os dois tiveram dois filhos: Simone, 47, e Cristiano, 42.

Adair sempre adorou mexer na terra e cultivava uma horta com legumes, verduras e temperos para usar em casa. No mesmo jardim, ela também cultivava rosas e mudas de brinco de cigano, que adorava. Diariamente, ela se dedicava à limpeza do terreno e poda das plantas.

A dona de casa será lembrada pela família como uma pessoa muito alegre, sorridente, bonita e elegante.

- Ela era nosso porto seguro. Toda a família vinha aqui para falar de seus problemas e buscar soluções com ela. Apelidamos, carinhosamente, a casa dela de muro das lamentações. Ela nos dava muita luz e conselhos bem realistas, não existia nenhum tabu para conversar com ela. Eu, quando me casei com o Cristiano, pedi uma sogra, mas recebi uma grande mãe - recorda a nora e agricultora Ana Araci Correa.

Adir adorava passar o tempo na cozinha, fazendo quitutes para agradar a família. Aos domingos, era ela quem fazia a maionese e ajudava no tradicional churrasco dos parentes.

- Como eu sou diabética, ela fazia um prato de maionese e carne separados para eu poder comer. Domingo de manhã, cedo ela me ligava e perguntava que horas eu iria para lá, e eu dizia que iria à missa e, depois, passava na casa dela. Quando eu chegava, a mana tinha feito tudo e deixava tudo tapado para podermos conversar e tomar mate até a hora do almoço - emociona-se a irmã e aposentada Lourdes Deprá da Silva, 73 anos.

Para a família, ela deixa o legado de ser alguém muito realista e que sempre incentivava a todos. Muito guerreira, ela não deixava se abater porqualquer problema.

Adir também adorava cuidar da alimentação e não dispensava comidas saudáveis. Mas o prato preferido dela era uma boa polenta e com salame.

Outro talento da idosa, na cozinha, era o queijo colonial. Conforme a nora Ana, o produto feito por ela era muito cremoso e sempre bem temperado. A dona de casa também não dispensava o café após o almoço.

Adir era muito devota de Nossa Senhora Aparecida e frequentava o grupo de orações da Vila Santa Brígida, nas localidade de São Marcos. Sempre que ocorriam as rezas do terço, ela estava presente, com a vizinhança.

Adir era avó de Letícia, 24 anos, e Carolina, 22, e era muito coruja com ambas. As meninas sempre passavam as férias na casa da avó e adoravam passar o tempo com ela, já que tinham um grande carinho por ela.

Adir ficou internada no Hospital Universitário de Santa Maria (Husm) por quatro dias e faleceu em 19 de fevereiro. Ela foi sepultada no dia seguinte, no Cemitério de São Marcos, no distrito de Arroio Grande. A família não quis divulgar o motivo do falecimento.

Morreu inspetor aposentado Heitor Midon Machado

OUTROS FALECIMENTOS EM SANTA MARIA E REGIÃO

Funerária São Martinho

21/03

Antonio Luis Silva dos Santos, aos 36 anos, foi sepultado no Cemitério Ecumênico Municipal, em Santa Maria

Simone Soares Bonfim, aos 44 anos, foi sepultada no Cemitério Gethesemani, em São Paulo (SP)

25/03

João Antonio Nunes Ribeiro, aos 75 anos, foi sepultado no Cemitério São José, em Itaara

26/03

Pedro Alves dos Santos, aos 78 anos, foi sepultado no Cemitério São José, em Santa Maria

As informações sobre falecimentos podem ser enviadas para natalia.zuliani@diariosm.com.br ou pelo telefone (55) 3213-7122

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249