contatos Assine
santa maria

UFSM vai lançar memorial em homenagem às vítimas da Kiss

13 Março 2018 15:14:00

Pedra fundamental do Memorial da Vida será inaugurada neste mês

Foto: UFSM (reprodução)

A Universidade Federal de Santa Maria vai lançar um memorial em homenagem às vítimas da boate Kiss. No dia 27 de março, será inaugurada a pedra fundamental do Memorial da Vida, que será um espaço de homenagens dentro do campus dedicado aos estudantes da UFSM.

O projeto arquitetônico preliminar, elaborado por um grupo de seis estudantes vinculados ao Laboratório de Paisagismo e Arquitetura, do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFSM, foi apresentado em dezembro passado à reitoria da instituição. Ele prevê uma passarela rodeada por um espelho d'água com 242 esguichos, que dá acesso a um prédio com hall para exposições e salas multimídia, e um prédio, que conta com um terraço-jardim que funcionará como mirante para os morros da cidade e o Centro de Convenções. O prédio é idealizado em vidro e dará acesso a um monumento em formato de coração em meio a outro espelho d'água. No entorno da edificação, o projeto prevê a plantação de 242 espécies de árvores e uma arquibancada ao ar livre. 

De acordo com o professor Luis Guilherme Pippi, que coordena a equipe de projeto, a ideia inicial já foi aprovada pela comissão composta por servidores da UFSM e por dirigentes da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM). O próximo passo é apresentar a ideia inicial para a Pró-Reitoria de Infraestrutura (Proinfa), que cuidará das licitações e fiscalizações da construção. Ainda não há estimativa de prazos nem valores, mas será pago com o orçamento da universidade. 

A construção do memorial partiu da própria gestão da UFSM, já que muitas das vítimas eram estudantes ou tinham algum vínculo com a instituição. Inspirado em parques como Memorial do Vietnã, em Washington, e Museu das Missões, em São Miguel das Missões, a ideia é que o local seja um espaço que celebre a vida, para contemplação, tranquilidade e contato com a natureza.

- O memorial será um espaço ecumênico, sensorial e preventivo. A gente trabalha com as questões simbólicas, como as 242 árvores e os 242 esguichos de água. Além disso, dentro das salas haverá arquivos com tudo que aconteceu, para que as próximas gerações não esqueçam - completa Pippi. 

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249