contatos Assine
trânsito

Redutor de velocidade parou de autuar motoristas em novembro

11 Janeiro 2018 19:23:00

Pardal foi retirado da Faixa Nova de Camobi neste mês

Camila Gonçalves

Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)/Estado não tem previsão para reinstalar controladores na Faixa Nova

Motoristas que ultrapassaram o limite de 60 km/h na Faixa Nova de Camobi, trecho da antiga BR-287, hoje RSC-287, até o dia 30 de novembro de 2017, serão autuados. O pardal instalado no Km-238,9, em frente ao Park Hotel Morotin, foi retirado na última sexta-feira, mas, segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), parou de multar infratores em novembro, por conta da transição da faixa para a responsabilidade do Estado. Já a lombada que foi retirada do km 325,8, próximo ao Atacadão, segundo a assessoria do órgão, "não se encontrava sob a responsabilidade da autarquia". 

Pistola da mesma marca da usada pelo exército nazista pode integrar acervo do Memorial Mallet

O processo de transição da Faixa Nova do Dnit para o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) foi concluído em dezembro de 2017. No entanto, de acordo com o diretor-geral do Daer, Rogério Uberti, não há previsão de implantação de novos controladores de velocidade ali.

- Esses trechos que fazem parte da devolução do Dnit para o Daer terão todos os contratos refeitos. A gente não tem como transferir também os contratos. Portanto, agora, a prioridade do programa de monitoramento eletrônico do Estado é atender, primeiro, as rodovias estaduais. Posteriormente, todas essas lombadas e pardais que se encontravam no perímetro federal e foram estadualizadas vão ser substituídas pelos mesmos equipamentos do Estado, destacou.

Praça do Mallet e Praça Santa Rita recebem brinquedos

Nesta semana, o Daer assinou contrato para a implantação de lombadas eletrônicas contemplando a Faixa Velha de Camobi, a ERS-509. A Kopp Tecnologia, de Vera Cruz, empresa vencedora da licitação, será responsável pelo serviço. De acordo com Uberti, as lombadas que estão instaladas no trecho estavam emitindo multas até meados de agosto de 2017. Os equipamentos pertencem à empresa que atendia o Estado anteriormente e serão substituídos.

- Existem lombadas desligadas naquele trecho. A empresa (que atendia o Estado pela licitação anterior) pediu a não prorrogação do contrato. A gente não tinha nada a fazer, licitamos um novo contrato e ela foi substituída pela Kopp. Os aparelhos devem voltar a atuar entre o final de janeiro e início de fevereiro, explicou Uberti. 

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249