contatos Assine
calendário pós-greve

Por causa da greve, mãe teme que filha perca vaga em outra escola

07 Janeiro 2018 15:30:00

Aprovados em processos seletivos precisam de declaração de concluinte do Ensino Fundamental ou Médio

Joyce Noronha


Fotos: Charles Guerra (Diário)

O ano letivo de 2017 de uma estudante de 16 anos, em Santa Maria, começou no 1º ano do Ensino Médio do colégio Coronel Pilar, mas foi suspenso com a greve, em setembro. Mais tarde, com o fim da paralisação, a adolescente não pôde voltar para as salas de aula porque a escola está com o prédio interditado desde a tempestade do dia 19 de outubro.  

Afinal, aulas na rede estadual até quando?

A mãe da menina, que preferiu não ser identificada nesta reportagem nem identificar a filha, ficou preocupada com o encerramento do ano e transferiu a estudante para o colégio Manoel Ribas, que prevê as aulas até 26 de fevereiro. O grande problema, agora, é que a menina conseguiu vaga no Seminário São José, que tem o início do ano letivo de 2018 no dia 19 de fevereiro.

Conforme a mãe, 70 pessoas se inscreveram para conseguir uma vaga na instituição particular, mas apenas cinco conseguiram, incluindo a filha dela. A escola é particular, mas tem um processo de escolha dos alunos com muitas etapas, segundo a mãe.

A coordenadora do Seminário São José, Leda Maria Corrêa, comenta que a direção estipulou em 30 de março o prazo de entrega do histórico escolar para os alunos que são provenientes da rede estadual de ensino. Contudo, afirma que, para frequentar as aulas, o colégio exige um atestado da escola estadual que certifique que o aluno é concluinte e está aprovado para o ano seguinte.

- Se essa menina está no 1º ano do Ensino Médio e vem estudar conosco no 2º ano, até o primeiro dia de aula temos que ter esse atestado da escola em que ela conclui o 1º ano - explica a professora Leda Maria.

Confira o calendário de recuperação das aulas em Santa Maria

E é exatamente essa a preocupação da mãe. Segundo ela, as notas da filha são muito boas, mas as aulas em uma escola não terminarão antes de começarem as da outra.

- Até pensei que a minha filha vai ir numa escola de manhã e, na outra, à tarde, porque não queremos que ela perca a vaga. Mas a escola em que ela está fazendo o 1º ano vai me dar o tal atestado? E, em uma semana antes do enceramento das aulas? - questiona.

APROVADOS NO CTISM E NO POLITÉCNICO PODEM GARANTIR SUAS VAGAS
Duas instituições que modificaram as normas para o período de matrículas são o Colégio Técnico Industrial (Ctism) e o Colégio Politécnico, ambos dentro da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e que utilizam processo seletivo com provas para ingresso dos alunos. 

O Ctism tem prazo de entrega dos documentos para as matrículas desta segunda até a próxima quarta-feira. Já o Politécnico recebe a documentação dos aprovados nos cursos técnicos de segunda a sexta-feira. Mas, os aprovados de qualquer uma das instituições que ainda estejam em conclusão do Ensino Fundamental na rede estadual não precisam se preocupar.

DECLARAÇÃO DE CONCLUINTE
Segundo a professora Márcia Cipriano, presidente da comissão de avaliação dos documentos para ingresso no Ctism, os candidatos que se enquadram nessa situação devem acessar o site da escola ou o da Comissão Permanente do Vestibular (Cooperes) para baixar uma declaração de concluinte do Ensino Fundamental. Márcia explica que, nesse documento, que vai substituir o histórico escolar, deve constar a data em que a escola estadual prevê o encerramento do ano letivo de 2017. 

Isso vai garantir que o candidato aprovado mantenha a vaga, mesmo sem ainda ter concluído o Ensino Fundamental. Porém, o prazo que o Ctism dá é até o dia 20 de fevereiro para a entrega do histórico escolar, mas a presidente da comissão de avaliação esclarece que os casos dos alunos que encerram o ano letivo de 2017 após essa data serão avaliados individualmente.

Para o Politécnico, a situação é semelhante, de acordo com o diretor de ensino da instituição, Moacir Bolzan, pois o colégio também vai receber uma declaração do aluno aprovado para garantir a vaga.

As duas instituições receberão os documentos das 8h às 13h.

PARA FAZER A MATRÍCULA

No Ctism
De segunda a quarta-feira, entre 8h e 13h, é preciso apresentar (originais ou cópias): 

  • Histórico escolar do Ensino Fundamental 
  • Certidão de nascimento ou casamento
  • Carteira de identidade
  • CPF
  • Comprovante de quitação com o serviço militar (candidatos do sexo masculino masculino maiores de 18 anos)
  • Comprovante de vacina antitetânica
  • Atestado médico que comprove aptidão para educação física (original)
  • Cópia do título eleitoral, para os maiores de 18 anos
  • Uma foto 3x4 recente

É verão! E os alunos estão nas salas de aula

No Politécnico
De segunda a sexta-feira, entre 8h e 13h, é preciso apresentar:  

  • Certidão de Conclusão do Ensino Médio com Histórico Escolar, original ou cópia autenticada
  • Cópia da Certidão de Nascimento ou Casamento
  • Cópia da Carteira de Identidade
  • Cópia do CPF
  • Cópia do documento comprobatório de estar em dia com o serviço militar (candidatos do sexo masculino maiores de 18 anos)
  • Cópia do título eleitoral, para os maiores de 18 anos
  • Uma foto 3x4 recente

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249