contatos Assine
Santa Maria

Abertos dois editais de chamada para professores da rede municipal

13 Março 2018 17:54:00

Dos 177 convocados, em fevereiro, ainda faltam 4 profissionais no quadro do município

Joyce Noronha


Foto: Charles Guerra (Diário)
Escolas de Educação Infantil e do Ensino Fundamental estão com falta de professores

A prefeitura de Santa Maria abriu nesta terça-feira os editais 21 e 70 que convocam quatro professores para completar o quadro da rede municipal de ensino.

OS CONVOCADOS
Os professores da lista a seguir devem se apresentar desta quarta-feira até 28 de março, das 8h às 13h, na Secretaria de Município de Gestão e Modernização Administrativa (Rua Venâncio Aires, 2.277, 3º andar) 

Educação Infantil
- Carolina Fonseca da Rosa

Anos Iniciais
- Elisandra Lorenzoni Leiria
- Carla Tatiana Flores Carvalho

Anos Finais - Português
- Daniela Barbosa da Fontoura

Em fevereiro, o Executivo convocou 177 educadores para preencher as vagas disponíveis, mas 21 profissionais não compareceram. Em seguida, editais foram abertos para convocar os professores faltantes e 19 profissionais se apresentaram. O prazo de apresentação paras os 21 novos convocados encerrou segunda-feira.

Os novos editais convocam dois educadores, que não compareceram na última chamada, mais dois, que saíram do cargo nos últimos dias, de acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Smed).

Os quatro convocados têm 15 dias corridos de prazo, a contar desta quarta-feira, para se apresentarem à de Gestão e Modernização Administrativa, das 8h às 13h, com todos os documentos solicitados nos editais 21 e 70 em mãos. Depois de finalizada esta etapa do processo de admissão, o profissional será encaminhado a exame médico.

Segundo a Superintendência de Comunicação da prefeitura, até o momento, 90% das instituições da rede municipal de ensino receberam novos professores, com as primeiras chamadas. O órgão diz que há falta de educadores em algumas escolas de Ensino Fundamental e de Educação Infantil, mas não divulga os nomes dos colégios.

A falta de professores também é justificada por licenças e atestados, cuja substituição se dá por Regime Suplementar de Trabalho, de acordo com a Superintendência de Comunicação.

SUPLEMENTAÇÃO
Sobre o uso de suplementação, a secretaria municipal de Educação, Lúcia Madruga, explica que o recurso apenas é usado em situações de licença ou atestado de professores. Assim, educadores ocupam temporariamente a vaga do profissional afastado por licença. Lúcia reforça que o uso da suplementação sempre ocorre em caso de uma situação em que o afastamento do professor titular é justificado. 

UFSM realiza terceira chamada oral nesta quinta e sexta-feira

A Secretaria ainda diz que se há uso de suplementação sem ser dentro desta previsão, a Smed vai averiguar e garante que o Regime Suplementar de Trabalho não será utilizado como "muleta" para as vagas que estão em aberto porque os concursados não se apresentaram.

- Para usarmos a suplementação tem todo um contexto e uma legislação. Para as vagas fixas, vamos efetivar os professores aprovados pelo concurso - afirma Lúcia.

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249