contatos Assine
Automóveis

Venda de seminovos e usados mostra reação

10 Fevereiro 2018 10:00:00

Dados da Fenauto apontaram aumento de 6,5% nas vendas em 2017 em relação ao ano anterior


Foto: Charles Guerra (Diário)
Depois de um 2016 de queda nas vendas, donos de lojas já sentem melhora no cenário de veículos seminovos e usados

A compra de um carro zero quilômetro é sonho de muita gente, no entanto nem sempre é possível realizá-lo. Por isso, muitos consumidores acabam optando pelos veículos de segunda mão, os chamados usados ou seminovos. O mês de janeiro já tem demonstrado melhora nas vendas do setor, conforme alguns lojistas locais.

- 2017 foi o pior ano de vendas de seminovos e usados nos últimos 30 anos. Os bancos não estavam liberando financiamentos, os juros estavam altos, além disso, a economia esteve retraída como um todo. Tudo isso impactou nas vendas. Em 2014, 2015, eu vendia 30 carros por mês, mas esse número foi baixando aos poucos. No ano passado, essa média ficou em 18. No final do ano as vendas reagiram. Janeiro também já foi melhor. É um sinal de que está havendo uma retomada, mas ainda não com a força que esperamos. Torço para que 2018 seja de boas negociações - destaca Fernando Sanches, da loja Autogiro Veículos.

Saque do FGTS para atingidos pelo temporal encerra na próxima quarta

Na opinião de um outro empresário do setor, o mercado de seminovos e usados se manteve estável durante o ano passado.

- Se formos comparar os nossos números com os números nacionais, que mostram aumento, somos insignificantes. Mas acho que, na média geral, as vendas se mantiveram em torno de 20 carros por mês. Nos últimos meses do ano, esse número aumentou, mas isso é normal todo ano, assim como em março e abril há uma diminuição - analisa Marcelo Gendelsky, da lojas ShopCar Automóveis.

Conforme balanço divulgado pela Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), as vendas do ano de 2017 em todo o país tiveram uma alta de 6,5% a mais do que o ano anterior. Segundo a entidade, a comercialização de veículos no ano passado chegou a 14.212.673 unidades. No ano anterior, 2016, foram 13.348.992 usados e seminovos vendidos. Ainda segundo a Fenauto, este é o segundo ano consecutivo de alta, embora o índice de 2016 tenha sido bem próximo da estabilidade (+0,21%). Para 2018, a Fenauto acredita que, sem novas instabilidades políticas ou econômicas, o mercado de usados e seminovos deve repetir o crescimento, ficando com índice em torno de 6% e 7%.

DIFERENÇA ENTRE USADO E SEMINOVO
Muitas pessoas não sabem que há diferença entre carro seminovo e usado. O seminovo é o automóvel com até três anos de uso, tem um único dono e até 20 mil quilômetros rodados por ano. Acima dos três anos, o veículo passa a ser considerado um "usado". No entanto, o mais importante na hora de procurar um carro de segunda mão é estar atento a muitos itens, como mecânica, condições do veículo e documentação.

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249