contatos Assine
preocupação

Número de devedores cresce no comércio de Santa Maria

13 Abril 2018 15:00:00

Em relação a 2017, o aumento na inclusão de nomes sujos por dívida foi de 14,2%

Diogo Brondani


Foto: Lucas Amorelli (Arquivo Diário)

Os sinais de recuperação do poder de consumo do assalariado não são bons quando analisamos os dados de inadimplência do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). Conforme dados divulgados pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Santa Maria (CDL), o primeiro trimestre deste ano teve alta, em relação ao mesmo período de 2017, de 14,2% nas inclusões de nomes sujos por dívidas no comércio. Outro fator que preocupa é quanto ao número de exclusões (gente que pagou dívida e limpou o nome), que subiu só 0,3%.

Uma boa notícia é quanto aos contribuintes inadimplentes junto ao poder Executivo, por dívida ativa ou não pagamento de IPTU, que mostrou redução no índice de inclusões na lista de devedores. A diminuição de foi de -2,3%. Do mesmo modo, os dados mostram que cresceu 12% o número de quem pagou dívidas com a prefeitura para limpar o nome.

Outro dado que chama a atenção é quanto ao total de registros ativos (devedores) na cidade. Há um ano, eram 63 mil devedores, e agora, são 103 mil na cidade.

Leilão de ações do Banrisul pode beneficiar duplicação da Faixa Velha

O coordenador do curso de Ciências Econômicas da Universidade Franciscana (UFN) Mateus Frozza, fala dos motivos para o aumento das dívidas do comércio e registro junto aos órgãos de proteção ao crédito.

- Apesar de a taxa de juros Selic estar caindo, isso não está chegando no consumidor, e, quando chega, ele não consegue tirar o crédito. O aumento dos registros se dá porque as pessoas continuam sendo desligadas dos empregos e não estão tendo renda para cumprir os compromissos além daqueles básicos para se manter, como alimentação e moradia. Aqueles trabalhadores que foram contratados para períodos sazonais, como vendas final de ano, cobertura de férias, ou época de safras, por exemplo, estão sendo demitidos, contribuindo aos índices de desemprego. Em função disso, o consumo está caindo, e as dívidas não estão sendo quitadas - avalia.

Convocados pelo INSS têm até sexta para agendar perícia de revisão

LIMPAR NOME
O consumidor que deseja limpar o nome e reaver a possibilidade de crédito junto ao comércio deve procurar a CDL Santa Maria para consulta. É preciso levar o CPF e documento de identificação com foto. Só o titular pode fazer a consulta, e deve ser pessoalmente. Em caso de terceiros, é necessário levar uma procuração nominal registrada em cartório. A consulta não tem custo. O consumidor só paga taxa de R$ 20 se quiser a certidão negativa de débitos impressa. Ao tomar conhecimento de quais empresas ou instituições fizeram o registro, basta procurá-las e negociar a dívida. Após quitar o débito, o nome estará apto para novas compras a crédito em 10 dias úteis.  

A CDL fica na Rua Astrogildo de Azevedo, 354, e atende de segunda a sexta, das 9h às 17h. Dúvidas no (55) 3220-6633.

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249