contatos Assine
Agronegócio

Agroindústria de Santa Maria amplia produção de sorvetes

21 Fevereiro 2018 12:00:00

Emater terá R$ 425 mil para que agricultores investirem na ampliação dos negócios. Veja como participar

Foto: Germano Rorato, 10/06/2016
Michele e Jairo receberam recursos e puderam comprar máquina para aumentar a produção de sorvetes e picolés

Um projeto da Emater que apoia agroindústrias e projetos em agricultura e pecuária deve liberar R$ 425 mil, em 2018, para a região de Santa Maria. Os valores são de um fundo que já beneficiou uma agroindústria no interior do município. A Fábrica Wiethan, na localidade de Passo da Ferreira, produz e comercializa sorvetes e picolés e, em 2017, a produtividade da agroindústria dobrou devido a essa ajuda recebida do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Pequenos Estabelecimentos Rurais (Feaper).

Laudo técnico aponta motivo de queda de telhado do Clube Caixeiral

Michele Medeiros Wiethan e o marido Jairo Antônio Wiethan são proprietários da marca Sorvetes Wiethan, que é a principal fonte de renda da família há 16 anos. Desde o início do negócio, o empacotamento dos picolés era feito de forma totalmente manual e demorada. Mas, em janeiro de 2017, a dinâmica da produção Wiethan mudou, quando a agroindústria de laticínios foi beneficiada por um recurso do Feaper no valor de R$ 18,7 mil, destinado a custear parte da compra de uma máquina empacotadora de picolés.

Michele assegura que os Sorvetes Wiethan adquiriram uma "cara nova" após a aquisição da máquina.

- Antes, a gente levava uma tarde toda para empacotar 700 picolés. Agora, conseguimos empacotar 1,6 mil tranquilamente. Com isso, neste último ano, além de dobrar a produtividade, tivemos tempo para cuidar de outros serviços e diversificar a produção. As vendas aumentaram bastante e conseguimos construir uma peça comercial, para servir o público dentro da sorveteria, em um bufê com mais de 20 sabores de sorvetes - conta a agricultora.

Receita Estadual autua empresários de bijuterias em R$ 4 milhões por sonegação

RECUROS PARA AGROINDÚSTRIAS

Para o ano de 2018, na região de Santa Maria, o Feaper vai liberar R$ 425 mil, referentes a projetos elaborados pela Emater/RS-Ascar em dezembro de 2017. Serão 37 agricultores beneficiados, em empreendimentos de irrigação, agroindústria, bovinocultura de leite e infraestrutura energética. Para o Estado todo, o Feaper liberou R$ 2 milhões em novos recursos, somados a R$ 6,6 milhões reautorizados.

- O orçamento é autorizado, mas nem sempre ele é totalmente utilizado, isso porque todos os anos alguns beneficiados desistem ou não encaminham toda a documentação ou perdem o prazo. Por isso, os valores acabam sendo reautorizados - explica a técnica agrícola da Emater/RS-Ascar, Hellen Di Franco Lemos.

O presidente da Emater/RS, Clair Kuhn, afirma que o Feaper é uma importante ferramenta de desenvolvimento para uma camada produtora de baixo poder aquisitivo:

- Sem o financiamento, ela não teria condições de realizar o sonho de melhorar de condição de vida.

Parque dos Morros é reconhecido pelo Estado como área de conservação e pode receber verbas para melhorias

Kuhn acrescenta que "não adianta somente entregar o dinheiro na mão do produtor, o êxito se deve a todo o acompanhamento, elaboração do projeto, assistência técnica, instalação e até mesmo a comercialização assessorados pela Emater, levando o produtor para feira para apresentar ao consumidor".

O engenheiro agrônomo e assistente técnico estadual de Crédito Rural da Emater/RS-Ascar, Dulphe Pinheiro Machado Neto, complementa que a instituição está envolvida em todo o processo.

- Desde a seleção dos produtores, recolhimento da documentação, elaboração dos projetos, implantação, Assistência Técnica e Extensão Rural e Social, elaboração do laudo de conclusão - cita Neto.

O controle da execução orçamentária dos recursos destinados ao Feaper é atribuição da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR).

As verbas do Feaper podem contemplar projetos de pessoas físicas, jurídicas e até mesmo cooperativas, associações ou entidades de agricultores ou pecuaristas familiares, pescadores artesanais, indígenas, quilombolas e assentados da reforma agrária. A seleção pode ocorrer por meio de reuniões dos conselhos municipais de Agricultura ou pelas prioridades elencadas pelos municípios na Consulta Popular.

Os beneficiados contemplados no final de 2017 têm até o próximo dia 23 para entregar o projeto e até o dia 15 de março para encaminhar toda a documentação completa exigida.

*Com informações da assessoria de imprensa da Emater

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249