contatos Assine
Tentativa de homicídio

Homem que atirou em pai de aluno dentro de escola de Santa Maria é indiciado

12 Setembro 2017 00:00:00

Crime ocorreu no dia 30 de agosto na Escola Estadual Edson Figueiredo

O homem, de 34 anos, que atirou contra o pai de um aluno dentro da Escola Estadual Edson Figueiredo, no dia 30 de agosto, em Santa Maria, foi indiciado por tentativa de homicídio qualificado pela Polícia Civil. O inquérito foi concluído na segunda-feira pelo delegado Gabriel Zanella, da Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP).  O nome do suspeito não será divulgado pelo Diário para preservar a identidade do aluno já que a motivação do crime envolve questões familiares. 

Homem é baleado dentro de escola em Santa Maria

De acordo com o delegado, o suspeito cumpre prisão preventiva e está na Penitenciária Estadual de Santa Maria (Pesm). Ele havia sido preso em flagrante no dia do crime, mas a prisão foi convertida em preventiva. Vídeos do circuito de segurança da escola foram entregues para a Polícia Civil e mostram o homem efetuando os disparos. As imagens que identificam o suspeito não foram divulgadas pela polícia.

O CRIME
A tentativa de homicídio aconteceu às 17h15min do dia 30 de agosto. A vítima, de 40 anos, pai de um aluno da Escola Edson Figueiredo, e o suspeito, começaram a discutir em frente à escola. O motivo seria um desentendimento familiar. 

Em seguida, o suspeito disparou contra o pai do aluno, que saiu correndo para o interior na instituição. Ele foi atingido três vezes, duas no tórax e uma no ombro. Segundo o delegado, o pai do aluno segue internado no Hospital de Caridade de Santa Maria. 

Escola de Santa Maria onde houve tentativa de homicídio promove caminhada pela paz

Após disparar, o homem fugiu em um carro, mas foi visto por um taxista que estava em frente à escola e o perseguiu. O taxista viu o homem trocar de veículo e disse para a Brigada Militar a direção para onde ele seguiu. Policiais do 2º Batalhão de Operações Especiais (2º BOE) detiveram o homem, em flagrante, em uma estrada próxima da BR-392. 

Dias depois do crime, alunos da escolas participaram de uma caminhada pelo Bairro Nossa Senhora de Lourdes pedindo paz. 



mais sobre:

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249