contatos Assine
O elenco do acesso

ESPECIAL: Matheus Camargo, da Coreia do Sul à Baixada

14 Fevereiro 2018 13:00:00

Após começar a carreira na Portuguesa, passar pelo futebol dos EUA e de frustração na Ásia, jogador espera ter um recomeço

Naiôn Curcino

Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

Cria na base da Portuguesa, vice-campeã brasileira em 1996, Matheus Soares Gaspar de Camargo, 21 anos, viveu os bons momentos, mas também os piores, da história do tradicional clube paulista. Natural de Embu das Artes, em São Paulo, ingressou no time de origem lusitana em 2009, na equipe sub-13, após uma boa partida pela equipe da sua cidade contra a Lusa. Assistiu de perto ao título da Série B do Brasileiro em 2011 e o polêmico rebaixamento de 2013, e os seguidos descensos para as série C nacional e a A2 do Paulista nos anos seguintes. O hoje lateral-esquerdo do Inter-SM ficou no Canindé até 2015. Contudo, teve de ingressar na justiça para cobrar salários atrasados e conseguir sua liberação.  

ESPECIAL: Conheça as histórias de vida dos goleiros do Inter-SM 

- Cresci muito lá. Peguei a fase boa e a ruim. Quando cheguei era muito bom, tinha o patrocínio do Banif, um banco de Portugal, logo subiu para a Série A. Depois daquele negócio com o Fluminense, que ninguém sabe o que aconteceu, quebrou. Fiz um acordo e abri mão dos meus salários atrasados para sair - conta.

ESPECIAL: Os xerifes da área alvirrubra

Foi então que seu caminho cruzou com o do técnico Vinicius Munhoz, no Mirassol, onde também conheceu Maldonado. Em 2016, sob a tutela do comandante, chegou até as oitavas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, perdendo para o Sport por 2 a 1. 

'Não estamos preocupados com o resultado. Vi evolução', destaca Munhoz após derrota em amistoso

Após terminar seu contrato, acabou indo para os Estados Unidos e jogou a Premier Development League (PDL), uma espécie de liga universitária que também congrega atletas profissionais.  

Após bons desempenhos, meia de 16 anos ganha espaço no Inter-SM

Quatro meses depois, retornou ao Brasil, fez a pré-temporada com o Uberlândia, de Minas Gerais, mas transferiu-se para o Serrano, da Paraíba, por indicação de um amigo com quem atuou na América do Norte. Após nova indicação de um amigo, foi jogar na terceira divisão da Coreia do Sul. Nas férias, recebeu o convite para voltar a trabalhar com Munhoz em 2018 e rescindiu com o clube do país asiático. 

Inter-SM perde para o União-FW em amistoso movimentado na Baixada

- Fiquei seis meses lá, mas foi bem complicado. É uma cultura totalmente diferente, o futebol também, é um jogo sem organização tática, é só uma correria. Tinha mais um ano de contrato lá, mas sabia que não ia chegar a lugar nenhum. Não estava gostando de estar lá, e essa é uma boa oportunidade para eu recomeçar - relata. 

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249