contatos Assine
Artilheiros?

Com a missão de substituir Edugol, dupla se credencia à camisa 9 do Inter-SM

10 Janeiro 2018 13:00:00

Centroavantes Paulo Henrique, 26 anos, e Rodolfo Junior, 20, disputarão vaga no time alvirrubro

Naiôn Curcino

Fotos: Charles Guerra (Diário)
Paulo Henrique e Rodolfo Junior (à direita) disputam a camisa 9 do Inter-SM

Sem dúvida, Eduardo Junior foi o principal centroavante do Inter-SM nos últimos anos. O artilheiro do time na Divisão de Acesso de 2017 fez nove gols em 14 partidas. Foi tão bem que despertou o interesse do Luverdense, no Mato Grosso, onde jogou a Série B do Brasileirão no segundo semestre do ano passado. Já em 2018, para tentar o acesso ao Gauchão, dois atletas disputarão a camisa 9 alvirrubra, deixada pelo xodó que ganhou até apelido da torcida: Edugol. Claro que a responsabilidade de balançar as redes adversárias é de todo o grupo, mas o peso maior será daqueles que carregam esse número às costas: Rodolfo Junior, natural de Dois Irmãos, no Tocantins, e Paulo Henrique, 26 anos, do Rio de Janeiro.

Dois jogadores passam por período de testes no Inter-SM

O mais experiente foi campeão do Amapá, com o Santos-AP, em 2017, e participou da Série D do Brasileirão. No primeiro semestre, havia disputado o Campeonato Goiano pelo Iporá, que terminou em 5º lugar. Ao total, foram 16 gols no ano passado. Rodolfo, que assim como Edugol tem Junior no segundo nome, teve um 2017 marcado por lesões. Mas também deixou suas marcas. Cria da Ferroviária, de São Paulo, marcou cinco vezes em três partidas pela Copa São Paulo de Futebol Júnior. Emprestado ao Noroeste, anotou dois gols em cinco compromissos. De volta à Ferroviária, pelo A3 (como uma Série C) do Paulistão, fez mais dois em quatro confrontos. E eles garantem que conhecem a história de Edugol com a 9 do Inter-SM.

Inter-SM realiza primeiro treino com bola da temporada 2018

- Cada centroavante é uma coisa. Cada campeonato é uma história diferente. Ele fez a história dele aqui, deixou marcas. Sei que a torcida sente saudade. Vamos trabalhar para dar conta do recado. Não vamos ser iguais a ele, não tem como, mas esperamos fazer um bom trabalho e deixar a nossa marca para que também sintam saudade de nós - afirma Rodolfo.

Inter-SM conclui bateria de exames, e primeiro treino com bola deve ser nesta segunda

- Quando recebi o convite, pesquisei e vi falarem muito bem do Eduardo. Ele foi uma peça importante para o time, mas não pôde voltar esse ano. A gente foi escolhido para ajudar o time e vamos trabalhar para isso - reforça Paulo Henrique.

Primeiro dia de pré-temporada é marcado por testes físicos

Com boas estaturas, Rodolfo (1m82cm) e Paulo Henrique (1m86cm) se dizem muito "brigadores". Apesar de serem centroavantes, assim como Edugol, ambos afirmam que têm velocidade e gostam de se movimentar. Mais do que essas características em comum, dividem o quarto no alojamento do clube, o que pode afinar uma futura parceria de ataque, já que Rodolfo também pode atuar pelos lados do campo.

Filho de Vitorio Piffero foi uma das novidades na apresentação do elenco do Inter-SM

- Vai ser uma disputa sadia, uma briga boa. Estamos nos conhecendo agora, estamos no mesmo quarto, conversamos bastante, vai ser uma briga bem boa. Estamos trocando uma ideia sobre como ele gosta de jogar, como eu prefiro também - relata Paulo Henrique.

Inter-SM terá cinco remanescentes de 2017 e aguarda recuperação de outro

- Vou brigar por posição, mas já somos muito amigos. Eu respeito ele, ele me respeita, mas cada um está buscando o seu espaço. Vai ser uma disputa saudável, vai jogar quem estiver melhor ou até mesmo os dois juntos - complementa Rodolfo.

Imagens

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249