contatos Assine
Revelações do futebol

Alisson, Arthur, Dourado: veja nomes que se destacaram na Copa Santiago de 2010 a 2017

12 Janeiro 2018 21:00:00

Competição que completa 30 ano em 2018 começou na última quinta-feira e vai até 20 de janeiro

Naiôn Curcino

A Copa Santiago de Futebol Juvenil é amplamente reconhecida por receber joias da base que, posteriormente, despontam entre os profissionais nos mais tradicionais clubes do país e até fora dele. Alguns revelados há mais tempo já são bem conhecidos, como Anderson Polga, Ronaldinho Gaúcho, Nilmar, Hulk, David Luiz, Alexandre Pato e Douglas Costa. No entanto, poucos sabem quem são as estrelas que passaram pelos gramados santiaguenses nesta década.

Inter e Chape largam com vitória na 30ª Copa Santiago

O Diário fez um levantamento com os destaques da competição desde 2010. De lá para cá, passaram pela Copa Santiago titulares da Seleção, como o goleiro Alisson, ex-Inter, hoje na Roma, e convocados e observados pelo técnico Tite, como o volante Arthur, do Grêmio. Outras grandes promessas, apesar da profissionalização, não vingaram da forma que se esperava.

Começa hoje a 30ª Copa Santiago de Futebol Juvenil

Os destaques mais recentes, dos últimos três anos, ainda buscam seu lugar ao sol. Um deles é o meia Laion, 18 anos. Ele foi o melhor jogador em 2016, quando o Cruzeiro-Stg foi campeão pela primeira vez na história. As boas atuações do atleta, natural de Unistalda, despertaram o interesse do Grêmio, que o contratou. Porém, uma lesão atrapalhou sua trajetória no Tricolor. Desde o ano passado, está no Juventude, pelo qual disputou sua primeira Copa São Paulo no início deste ano. 

Divulgada a tabela de jogos da primeira fase da Copa Santiago

Com 14 conquistas em 29 edições, o Inter é o maior vencedor da Copa Santiago de Futebol Juvenil. Por isso, ao longo dos últimos anos, os atletas colorados têm obtido maior destaque na tradicional competição sub-17. De 2009 a 2014, por exemplo, o Inter garantiu uma hegemonia de sete títulos consecutivos. O segundo maior campeão é o Grêmio, com seis taças. A 30ª Copa Santiago começou na última quinta-feira e vai até 20 de janeiro.  

2010

Foto: Copa Santiago (Divulgação)

Alisson ainda não era muito conhecido pela torcida colorada, mas figurou na seleção da Copa Santiago 2010. Em 2014, assumiu a titularidade do time profissional no lugar de Dida. No ano seguinte, veio a primeira convocação para a Seleção. Hoje, é titular absoluto de Tite e certamente estará na lista para a Copa da Rússia. Atualmente, está na Roma, da Itália, e é sondado por outros gigantes europeus, como Liverpool e Juventus.

Foto: Copa Santiago (Divulgação)

No mesmo ano, o Inter ainda contava com Eduardo Sasha e o volante Fred. O atacante foi o goleador da competição, com seis gols. Já em 2010, ele subiu ao profissional e chegou a ser inscrito para o Mundial de Clubes. Entre 2012 e 2013 foi emprestado ao Goiás, até retornar ao Inter. Foram 154 jogos e 32 gols com a camisa colorada. Há poucos dias, foi emprestado ao Santos

Fred também subiu rápido aos profissionais, em 2012. Um ano depois, em junho de 2013, foi vendido ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, por 15 milhões de euros, cerca de R$ 45 milhões. Foi convocado para a seleção brasileira pela primeira vez em 2014 e disputou a Copa América de 2015. Está no radar de Tite e pode ser contratado pelo Manchester City a pedido do técnico Pep Guardiola.

2011

Foto: Ronald Mendes (Arquivo/Diário)

Rodrigo Dourado é o grande nome do Inter campeão de 2011, inclusive fez um gol na final, contra o Danúbio, do Uruguai. No ano seguinte, estreou pelo time profissional diante do Sport, no Brasileirão. Desde então, sempre figurou no grupo principal. A titularidade chegou em 2015, com o técnico Diego Aguirre. Um ano depois, foi campeão olímpico com a seleção brasileira. É, atualmente, um dos jogadores colorados mais valorizados.

2012

Foto: Ronald Mendes (Arquivo/Diário)

Otavinho foi a revelação da Copa Santiago 2012. Pouco mais tarde, teve suas primeiras chances no profissional do Inter. Ficou na equipe até 2014, quando foi vendido ao Porto, de Portugal. Na mesma temporada, em Santiago, o atacante Maurides foi o goleador.

2013

Foto: Jean Pimental (Diário/Arquivo)

Andrigo é o mais conhecido do time campeão de 2013. Desejado por Barcelona e Manchester United desde os 14 anos, nunca confirmou tanta expectativa. Estreou no profissional do Inter em 2015, mas foi em 2016 que fez mais jogos _ foram quase 40. No ano passado, foi emprestado ao Atlético-GO e, em 2018, jogará no Ceará. A equipe de 2013 era treinada por Clemer e tinha Odair Hellmann, atual comandante colorado, na comissão técnica.

2014

Foto: Arami Fumaco (Especial/Arquivo)

Arthur também desfilou sua qualidade técnica por Santiago. A joia gremista foi um dos grandes nomes da competição, apesar de o Inter ter sido o campeão em 2014. Em 2015, estrearia pelo profissional sob o comando de Felipão. Porém, teve poucas oportunidades, assim como em 2016. No ano passado, firmou-se com Renato Portaluppi e foi a principal revelação do futebol brasileiro. É especulado no Barcelona e em outros times da Europa e pode ser vendido por quase R$ 200 milhões

O lateral-esquerdo Júnior Tavares foi mais uma revelação gremista em 2014. Um ano depois, subiu ao profissional, mas fez poucos jogos. Em 2016, acabou emprestado ao Joinville e, depois, ao São Paulo. Hoje está na equipe profissional do Morumbi

2015

Foto: Ronald Mendes (Arquivo/Diário)

No ano em que o Independiente Del Valle, do Equador, sagrou-se campeão, um de seus atacantes foi eleito a revelação do torneio. Wilter Ayoví fez quatro gols. Um ano depois, ele e outros jogadores que estiveram em Santiago foram vice-campeões da Libertadores da América com a equipe equatoriana.

2016

Foto: Naiôn Curcino (Arquivo/Diário)/Laion, com o troféu, ao centro

O ano em que o Cruzeiro, de Santiago, foi campeão de forma inédita, o destaque foi o meia Laion. Ele fez o gol que eliminou o Inter, na semifinal. Com as boas atuações, foi para o Grêmio, e, agora, está na base do Juventude. Outros atletas daquela equipe também estão em clubes conhecidos. O goleiro William é companheiro de Laion, na Serra. Silvano, autor do gol do título na final contra o São Paulo, está na Chapecoense. O lateral-direito Lucas, depois de passar pelo Atlético-MG, agora defende as cores do Joinville

2017

Foto: Gabriel Haesbaert (Arquivo/Diário)

O craque da edição do ano passado da Copa Santiago é uma das novas caras do profissional do São Paulo. Brenner, que faz 18 anos na próxima terça-feira, foi o artilheiro da competição santiaguense, com oito gols, e eleito o melhor jogador, mesmo sem a equipe do Morumbi ter ido à final. O goleador estreou no profissional com Dorival Júnior no ano passado e fez três partidas no Brasileirão. Teve o seu contrato renovado até 2022, com multa de R$ 100 milhões para clubes brasileiros e quase R$ 200 milhões, para estrangeiros



fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249