contatos Assine
pet

Protetora ensina a fazer caminha para pets aproveitando material usado

30 Março 2018 14:28:00

Ela faz caminhas com restos de tecido e esponja

Fotos: Natália Venturini (Diário)
Denise fabrica camas com restos de retalhos e espumas para seus pets, na foto, a pequena Kati, de quase 15 anos, aproveita o conforto

A operadora de caixa Denise Coty, 32 anos, recebe doações de amigos e conhecidos para fabricar camas para cães e gatos. Ela dedica a vida à proteção animal e, também, ao bem estar dos bichos. Como toda boa protetora, Denise tem vários bichos (são dois cães e oito gatos) e não mede esforços para cuidar deles. O objetivo dela é dar um pouco mais de conforto aos animais e ajudar outros protetores de Santa Maria.

- Os animais dos quais sou tutora foram todos abandonados na rua. Eu resgatei todos e cuidei deles. Hoje, eles vivem felizes e tranquilos aqui em casa. Foi então que comecei a fabricar caminhas de esponjas e cobertores usados para eles ficarem mais confortáveis. Eu também faço as caminhas para entregar nos projetos de proteção animal e recebo muita ajuda com o material para costurar - fala ela. 

É possível criar cães de grande porte em apartamento?

A operadora de caixa se ofereceu para fazer as caminhas em uma rede social, quando viu o apelo de protetores independentes. Ela lembra que, na época, estava desempregada e queria muito ajudar, mas não tinha como comprar ração ou depositar dinheiro para as cuidadoras. Como já sabia costurar, ela resolveu fazer as caminhas para dar conforto aos bichinhos.

Nessa oferta de ajuda, Denise também pediu, aos usuários da rede social, a doação de restos de esponjas, cobertores usados, pedaços de retalhos e outros materiais que pudessem ser úteis.

- Eu fiquei um ano e meio em casa parada depois que sofri um acidente. Então, minha produção de caminhas para a bicharada era diária. Agora, como trabalho oito horas por dia, aproveito os finais de semana para costurar - conta ela.

Saiba o que é a tosse canina e como tratar

Para Denise, ajudar quem necessita, animais ou pessoas, é uma forma de aliviar qualquer sofrimento. A operadora diz, ainda, que é uma grande terapia poder ajudar os animais por meio da costura, que é uma das grandes paixões da vida dela.

O INÍCIO

Denise começou a costurar ainda na infância. Ela pediu uma máquina para a mãe depois que viu animais abandonados nas ruas de Uruguaiana, cidade em que nasceu e onde se criou. Lá, montou a Organização Não-Governamental (ONG) Associação Melhor Amigo (AMA), por meio da qual ajudou a tirar diversos animais das ruas. Desde então, ela nunca mais parou de costurar. 

O que fazer com o corpo do animal de estimação depois de sua morte?

APELO

Engajada na proteção animal, a operadora de caixa acredita que parte do abandono é resultado do arrependimento de pessoas que adotaram animais e, depois, decidiram se desfazer deles.

- É preciso refletir antes de adotar ou dar um animal de estimação de presente. Os bichinhos demandam cuidados, tempo e remédios. Eles são iguais crianças, precisam que olhemos por eles diariamente. Não abandone seu bichinho se engravidar, se mudar de casa ou tirar férias. Eles precisam de você!

Veterinário dá dicas sobre vacinação dos pets

ESPAÇO

A especialista em dermatologia animal e veterinária Cristian Raquel Machado Alves, que atua na área há oito anos, recomenda que o cão ou gato tenha, sim, um espaço para ele dentro ou fora de casa. Esse local é onde ele vai ter a segurança e proteção de que precisa.

Ela recomenda, ainda, que casas de madeira ou de plástico sejam periodicamente limpas para que os bichinhos não sofram com fungos e bactérias. As caminhas que ficam dentro de casa também precisam ser lavadas constantemente. A veterinária afirma que existem produtos próprios para isso, que são encontrados em pet shops ou locais com artigos para animais.

- Sempre recomendo aos tutores de meus pacientes que deixem as camas de seus bichos de molho em uma solução a base de amônia quaternária e, depois, lavem normalmente, de preferência, com produtos neutros e sem cheiros, já que os cães e gatos não costumam gostar de perfumaria.  

Qual o momento certo de separar o filhote da mãe?

Com retalhos é possível fazer uma caminha nova para o seu pet. Confira, abaixo, o passo-a-passo de como criar uma: 


    1. Costure todos os retalhos para fazer a parte de cima e também a parte de baixo da cama (o formato é escolhido por você)  
    2. Junte as duas partes e costure as pontas com o tecido do avesso para que fique no formato desejado  
    3. Costure o entorno dos panos e, antes de finalizar a costura, deixe um vão do tamanho de sua mão para colocar as espumas  
    4. Desvire o tecido 
    5. Costure um círculo no meio da cama, deixando outro vão para forrar o local 
    6. Ao longo da costura, não deixe de arrumar o tecido para não prender na máquina 
    7. Coloque forro no círculo primeiro e, depois, preencha os entornos das camas. Cuide para não colocar muito material para cama ficar fofinha
    8. Costure à mão os espaços deixados para colocar o forro dentro da cama e retire as linhas de costura que sobraram 
    9. A cama está pronta para ser utilizada pelo seu peludo. Não se esqueça de higienizá-la periodicamente. Esse formato pode ser colocado na máquina de lavar roupas

*Colaborou Natália Venturini

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249