contatos Assine
Pets

Eles são fofos, dóceis, curiosos e roem tudo o que encontram pela frente

05 Outubro 2017 22:00:00

Especialistas dão dicas para quem pensa em ter um porquinho da índia como animal de estimação

Luisa Neves

Apesar do nome, o porquinho da índia não é porquinho e tampouco veio da Índia. Ele é, sim, um dócil roedor, fácil de cuidar e se adapta com facilidade à rotina da casa. Mas é preciso estar atento a alguns detalhes, como evitar banhos e caprichar na higienização da gaiola. Afinal, quando o assunto é comportamento, eles parecem mesmo porquinhos. Além disso, os esses bichinhos procriam com grande frequência.

A dona de casa Sisse Padilha é tutora de Teka, uma porquinha da índia de 6 anos. Ela diz que, como o cheiro da urina de Teka é muito forte, ela capricha na limpeza dos objetos da porquinha, no mínimo, duas vezes ao dia.

 Saiba como preparar a casa para receber um gato

- Temos um cantinho especial para ela, que fica solta em casa. Como é domesticada, atende a nossa voz e nunca fugiu. Nosso shitzu a protege como se fosse filhote dele - diz a tutora, que alimenta Teka com frutas, verduras e graminhas.

O médico veterinário Luiz Chaves, de Santa Maria, recomenda que eles sejam mantidos em gaiolas amplas e que sejam soltos para se exercitarem, com supervisão. Ele lembra que pequenos roedores devem ser protegidos de predadores, principalmente, de gatos.

ALIMENTAÇÃO

 SANTA MARIA, RS, BRASIL. 28/09/2017.Temática Pet. Porquinho da Índia. Case: Sisse e Fernanda (99641 2904). Tancredo Neves. Q18 Casa 24. Perto do Oreco (pauta Luisa) porquinha Teka.FOTO: GABRIEL HAESBAERT / NEWCO DSM
Foto: Gabriel Haesbaert / NewCO DSM

Porquinhos da índia são herbívoros. Além de frutas secas, fenos, legumes e alfafas, há no mercado rações para eles. Segundo o veterinário, esses pets não devem comer leguminosas, tempero verde ou alimentos industrializados, como bolachas e pães, para evitar obesidade e intoxicação.

SAÚDE
Um porquinho da índia chega a pesar 800 gramas e vive, em média, de 4 a 8 anos. Chaves explica que os dentes dos roedores crescem continuamente, podendo ficar grandes e pontudos, impedindo que se alimentem direito.

- Fique atento à incidência de doenças fúngicas e dê vermífugos. As unhas devem ser aparadas com frequência, mas com cuidado para evitar cortes profundos que causem hemorragia - orienta.

ACOMODAÇÃO
Nielsen Sgorla, proprietário da Casa Rural, de Santa Maria, diz que é melhor os porquinhos ficarem em gaiola. Isso garante a segurança deles e evita que roam tudo o que encontram pela frente. Ele aconselha o uso de tigelas altas o suficiente para que não entrem nelas, já que costumam fazer xixi e cocô na comida.

- Porquinhos da índia não gostam de ficar sozinhos, mas evite colocar casais juntos, eles procriam rápido. Troque com frequência as serragens da gaiola para mantê-la limpa e sem cheiro - instrui.

O veterinário lembra que a exposição do pet ao sol deve ser com cautela, já que eles não suportam o calor.

 Condomínios já investem em espaço para convivência de pets em Santa Maria


COMPORTAMENTO
Sgorla afirma que porquinhos da índia são amistosos e curiosos. Não gostam de ficar isolados, amam brincar e roem tudo. O tutor deve estar atento a livros, fios ou cabos de telefone que fiquem ao alcance deles. Chaves pede que porquinhas da índia prenhes não sejam manuseadas, pois tanto ela quantos os filhotes são muito sensíveis.

Quanto custa ter um porquinho da índia em casa
Ração - R$3 a R$ 58 (o quilo)
Gaiola  - R$ 135 a R$ 228 (conforme modelo e tamanho)

Os valores foram informados pela Casa Rural (55) 3221-5612, Agropecuária Conesul (3226-2373), Pozzobon Agropecuária (3026-0076). 



Imagens

mais sobre:

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249