contatos Assine
moda e beleza

Moda dos anos 80 e 90 voltaram às ruas

19 Março 2018 13:00:00

Sapatos, acessórios e roupas receberam novos nomes e remodelagem

Foto: Lucas Amorelli (Diário)
O sapato mule retorna em versões mais modernas

O ditado popular já anuncia: tudo o que vai, um dia, volta. Quando se fala em tendências da moda, então, essa profecia se encaixa bem. Isso porque é cada vez mais comum encontrar, por aí, pessoas adaptando roupas e acessórios que faziam sucesso no passado. Um exemplo de como a moda é cíclica é a volta aos pés do antigo tamanco, que hoje é conhecido como sapato mule.

De acordo com a jornalista e colunista de moda do Diário Daniela Hinerasky, a moda tem o poder de se reconfigurar, de se adaptar e de se reinventar. A especialista em moda explica que todas as tendências são recicláveis, pois acabam se misturando e recriando propostas.

- São as chamadas releituras. Esse conceito-chave do mercado da moda abrange reciclagens e recriações de diferentes elementos do passado, com versões mais ou menos exageradas de estilos anteriores - explica Daniela.

EFÊMERO
Segundo Letícia Sarturi, também jornalista e colunista de moda do Diário, o resgate de tendências e inspirações do passado faz parte do sistema da moda. Porém, esse resgate é realizado com um novo olhar e se adapta conforme as percepções da sociedade. Letícia explica que, de seis em seis meses, as marcas apresentam as novas criações e tendências. Mas, enquanto isso ocorre, as tendências futuras já estão em vista. 

- Algumas delas se tornam clássicas, outras explodem como as queridinhas da vez e logo acabam, enquanto outras são reformuladas, aparecendo e voltando de vez em quando - comenta a especialista.


Foto: Lucas Amorelli (Diário)
A plataforma virou flat forms

Para a consultora de imagem e estilo Camila Caldart Cominetti, o que acontece hoje é que ficou cada vez mais difícil inventar novas peças, porque já existem as calças, calçados, blusas e casacos, que atendem às necessidades de cada pessoa.

- Então, a saída encontrada pela indústria da moda é acrescentar novas tecnologias em tecidos, materiais para calçados, linha de cosméticos e demais acessórios - explica a consultora.

Como usar a peça que ganhou as ruas

Influência das ruas
A rua, a arte, a música, a cultura e a política influenciam as tendências da moda. Daniela comenta que esta questão está ligada à sensibilidade das pessoas em querer expressar suas lutas por meio das roupas. Um dos exemplos é a utilização das calças rasgadas, que, conforme a especialista, fazem um contraponto à violência e à vulnerabilidade social.

Foto: Alexandre Schneider (Folhapress)
A pochete voltou às passarelas ganhando novas versões

Eles voltaram?
Sucesso nos anos 1980 e 1990, o sapato aberto na parte de trás, conhecido como mule, e a pochete, pequena bolsa utilizada na cintura, voltaram às passarelas repaginadas e ganhando novas versões.

Segundo Letícia, as duas tendências são controversas, mas encontraram espaço para conquistar o público por serem confortáveis e elegantes. Já para a Daniela, o diferente acaba se tornando atrativo:

- O diferente e o exótico acabam atraindo as pessoas. E no caso da pochete, ainda, a funcionalidade e praticidade contribuem.

Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)
As gargantilhas voltaram como chokers

O que voltou?
Além do sapato mule e da pochete, outras roupas e acessórios voltaram a ocupar espaço nos armários. Confira:

  • As gargantilhas voltaram como chokers
  • A sobreposição ganhou espaço unindo vestido com t-shirt
  • O jeans voltou a ser usado nas saias, jaquetas e macacão jardineira
  • A plataforma virou flat forms
  • A calça boca de sino voltou como calça flare

(Colaborou Renata Teixeira)

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249