contatos Assine
Quadrinhos

Desenhista santa-mariense lança segunda edição de história em quadrinho

07 Setembro 2017 00:00:00

O artista Fred Rubim desenhou a história do roteirista Cesar Alcázar. O trabalho, indicado ao HQMix, já está à venda e custa entre R$ 30 e R$ 40

Cassiano Cavalheiro

Elementos fantásticos, batalhas épicas, muito sangue e mutilações. Essas são algumas características das histórias vividas pelo Cão Negro. O personagem mercenário medieval irlandês – fruto da imaginação do escritor Cesar Alcázar – ganhou forma pelas mãos do desenhista santa-mariense Fred Rubim. A dupla lançou no último sábado, na Terra X Comics, em Santa Maria, o segundo volume dos Contos do Cão Negro, intitulado A Canção do Cão Negro, publicado nacionalmente pela editora Avec.

"Cinépolis traz a Santa Maria os mesmos serviços oferecidos na Espanha e nos EUA", diz presidente

Graduado em Desenho Industrial pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Fred é fã de quadrinhos desde a infância. Na época, lia os clássicos da Turma da Mônica, de Mauricio de Sousa. Apesar de querer trabalhar com isso desde sempre, as atividades como ilustrador e freelancer fizeram com que ele se ocupasse com esses trabalhos. Mas, em 2013, ele percebeu o crescimento e a valorização da cena nacional no mercado de HQ e viu uma boa oportunidade para se dedicar a isso. Então, começou a procurar boas histórias para ilustrar.

Quem é a santa-mariense que faz sucesso no mundo da moda

Em Porto Alegre, Cesar buscava um desenhista que topasse ilustrar as aventuras de seu personagem, o Cão Negro, que já existia na literatura, mas que ganharia os gibis. O feliz encontro, que aconteceu por intermédio de um amigo, resultou no primeiro HQ, O Coração do Cão Negro, indicado ao prêmio HQMIX deste ano nas categorias de Melhor Adaptação para Quadrinhos e Melhor Roteirista Estreante.

– O trabalho com Fred foi bem livre e agradável. Adaptei o texto original, transformando-o em roteiro de HQ, mas dei toda liberdade ao Fred para criar e mudar o que achasse necessário. Afinal, ele é um artista gráfico, ele sabe melhor do que eu o que fica bem na página final. Conversamos bastante durante todo o processo, sempre trocando ideias – conta Cesar, sobre o processo.

Conforme Fred, produzir quadrinhos é um processo longo, que passa por várias etapas, como adaptação do roteiro, desenho e produção gráfica. Em média, demora de 6 a 7 meses só para desenhar toda a história. A ideia da dupla é lançar uma edição por ano.

Clube do Assinante do Diário dá desconto de 50% para show de Maiara e Maraísa

– O material me deu bastante referência para criar. O trabalho de pesquisa do Cesar é impecável, inserindo no roteiro paisagens e eventos reais, fazendo uma ligação perfeita com as lendas e o folclore irlandês – descreve.

Fred afirma que o resultado gráfico da revista é muito satisfatório. Segundo ele, a HQ está no mesmo patamar em termos de tratamento gráfico, do que as produções europeias.As duas edições estão à venda em diversos sites, como a Amazon e na página da editora Avec (avecstore.com.br), com preços entre R$ 30 e R$ 40.

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249