contatos Assine
arte

Painel artístico será inaugurado hoje na UFSM

08 Março 2018 14:00:00

A obra faz parte das homenagens ao Dia Internacional da Mulher

Suelen Soares

Foto: Lucas Amorelli (Diário)
O À frente, os criadores da obra, Andressa Querubini e Douglas Medeiros. Atrás deles, a obra que tem por objetivo dar visibilidade às ações das mulheres nas ciências e na sociedade

A biblioteca setorial do Centro de Ciências Sociais e Humanas (CCSH), da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), ganhou mais cor em meio ao cinza e o branco predominantes no local. O painel artístico intitulado Fortalecendo o que nos Pertence será inaugurado hoje, às 17h30min, como parte da programação alusiva ao Dia Internacional da Mulher e também da Semana Calourada. O espaço utilizado para expor o painel foi a parede acima das portas que dão acesso à biblioteca.

Produzida pelos artistas Andressa Querubini, 31 anos, e Douglas Dorneles Medeiros, 29, a imagem retrata algumas mulheres sentadas em torno da mesa, como se estivessem em uma biblioteca. Elas observam fotos de personalidades femininas marcantes, como a escritora norte-americana Angela Davis, a ativista paquistanesa Malala Yousafzai, a poetisa e contista brasileira Cora Coralina, entre outros retratos de mulheres que estão espalhados pela mesa, compondo o painel.

FOTOS: leitores compartilham momentos na coluna social do Diário

- Por meio de pesquisa, pedimos a algumas mulheres que nos indicassem nomes. Chegamos a 50 mulheres, que estão no centro da obra. Todas elas estão interagindo, compartilhando informação em rede - explica a artista

Andressa, que é acadêmica de Licenciatura em Artes Visuais, comenta que a produção foi realizada por meio de um processo licitatório e que o maior objetivo é dar visibilidade às ações das mulheres nas ciências e na sociedade. O painel mede 6 metros de largura por 2,8 metros de altura.

O trabalho foi dividido entre o casal de artistas, que já trabalha com muralismo. Segundo Douglas, artista visual, a produção demorou aproximadamente um mês para ficar pronta. E a técnica utilizada foi mista, com colagem, desenho, pintura e escultura. E, para isso, os criadores consideraram vários recortes sociais, como raça, classe social, tipo de corpos, entre outros.

- A ideia é que todas as mulheres tenham igualdade entre elas na obra. Ao mesmo tempo que seja valorizada a diversidade. Durante a produção, a gente também começou a se questionar sobre essa diversidade e também sobre os nossos conceitos - afirma Douglas.

VÍDEO: Pabllo Vittar manda recado para os fãs santa-marienses

ATELIÊ DAS ARTES 

Além de ter um trabalho exposto na parede da biblioteca, juntando sua produção a outras obras já famosas, como o mural do Caixa Preta, do artista Juan Amoretti, Andressa e Douglas receberam o valor de R$ 5 mil para produzir o painel. O valor foi utilizado no pagamento do material para a confecção da tela, que ocupará lugar de destaque e integrará o acervo da Universidade.

Além disso, o valor também foi utilizado para a abertura da Paspatu Ateliê de Artes Visuais, localizado em Camobi, que oferece curso de história da arte, pintura livre, desenho, fotografia, entre outros. Os cursos terão a duração de quatro meses e, alguns deles, já estão com as inscrições abertas. Outras informações na página do ateliê no Facebook ou pelo telefone (55) 98150-5489.

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249