contatos Assine
sociedade

Um lindo VOCÊ para 2018!

10 Janeiro 2018 19:43:00


Recebi do meu querido padrinho uma mensagem de ano novo simples e extremamente verdadeira. Nela, havia um questionamento central: e se ao invés de você esperar que 2018 seja um belo ano, 2018 estiver esperando que você seja um belo ser humano?  

No nosso costume de torcer e esperar que os períodos futuros sejam positivos e de conquistas, há muito a aprender sobre nós mesmos e sobre a própria dificuldade que temos de construir a vida que queremos.

Por exemplo, fica nítida a nossa disposição a sempre responsabilizar os outros, inclusive números e astros, pelas nossas vidas e as coisas boas ou ruins que nos acontecem. Não que números e astros não sejam importantes e não exerçam suas influências, conforme eu, ao menos, acredito. Mas acima de tudo está sempre o nosso livre-arbítrio para plantar - e consequentemente colher - o que quisermos.

Desperdiçamos tempo, energia e paz buscando encontrar responsáveis e/ou julgar e acusar os outros pelas coisas desagradáveis que de alguma forma nos atingem. Sendo que cada um de nós é o único capaz de realizar mudanças na própria vida, já que elas precisam partir do nosso interior, e construir a felicidade que tanto sonhamos.

Sem falar que este focar no outro é um desfocar e esconder-se de si. O método de funcionamento que deveria ser regra em nossa vida é o de buscar, na gente mesmo, o que está doendo a cada choque com o outro. E por que está doendo? O que no outro tanto me incomoda? Não seria isto apenas um reflexo de algo que, antes de mais nada, é meu? Quem em mim cria expectativas sobre o outro e cada situação? Quem em mim está insatisfeito com alguém ou um acontecimento?

Investir tempo e energia em refletir sobre estas e outras perguntas de autoconhecimento é o principal trabalho que temos a realizar nesta vida. Até mesmo porque elas nos levarão mais próximo de nós e, com isto, igualmente mais próximo do que precisamos curar, desenvolver e entregar ao mundo (dons e talentos), gerando mais harmonia, prosperidade e contentamento.

Outra questão básica que ignoramos ou esquecemos com nossos desejos de Ano Novo é que a vida será tão boa conforme a justiça e amorosidade que conseguirmos manifestar. Isto segundo, ao menos, duas grandes leis do Universo: a Lei do Karma, conhecida como Lei da Ação e Reação pela ciência ocidental moderna, e que, como deveria nos parecer óbvio, rege tudo e todos, inclusive a nós mesmos; e a Lei do Amor.

Segundo a primeira, a cada ação, na forma de pensamento, palavra, sentimento ou ação propriamente dita, colhemos uma reação ou consequência. Por isso no Yoga se sustenta a importância de realizarmos retas ações, que são aquelas realizadas em conformidade com nosso coração (intuição) e que geram o menor dano possível aos outros seres (quaisquer que seja, desde um ser humano e animal até um objeto, inclusive nós mesmos!).

A segunda defende que a melhor ação será sempre a que estiver em concordância com o amor. Neste caso, a cada situação nos cabe perguntar: dentre as opções que tenho, onde há maior amorosidade comigo e com os demais?

Me parece que normalmente agimos guiadxs pelo medo. Por isso que das nossas - não retas - ações vamos produzindo e colhendo consequências de mais medo e desamor. Até chegarmos num ponto da vida que nos sentimos esgotados e muitas vezes sem saída.

Todos xs grandes mestres espirituais e homens e mulheres sábixs nos deixaram a mensagem de amarmos uns aos outros, de buscarmos fazer o bem, de não julgarmos e buscarmos o reino de Deus dentro de nós e não no outro ou ainda em bens exteriores materiais. Tantos foram e são xs mensageirxs e ainda seguimos esperando para que o próximo ano nos torne mais felizes.

Então, não me resta maior desejo que não o de conseguirmos cada vez mais colocar em prática o que tantos quiseram nos ensinar e possamos todos sermos ótimos seres humanos neste ano que se inicia, fazendo a nossa parte para que vivamos um ciclo de muita paz, amor e alegria.

Seja um belo ser humano, o melhor que puder, e 2018 certamente será um ano incrível. Para isso, coloque toda sua atenção em você mesmo e nos seus processos e busque agir o mais reto e amorosamente possível, gerando créditos e presentes para uma vida melhor.

Namaskar (o ser divino que habita em mim saúda o ser divino que habita em você)!

Obs.: Acabo de assistir a uma mensagem curta para o Ano Novo de Sri Prem Baba e que reforça, complementa, aprofunda, sensibiliza as minhas simples e humildes palavras: 


fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249